Na tarde desta quinta-feira (14), o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS) prestigiou o I Fórum de Fortalecimento das Comunidades Terapêuticas do Maranhão, que tem por objetivos reunir e organizar as Entidades que se destinam a acolher, cuidar, tratar e proteger dependentes químicos, além de discutir políticas públicas voltadas para a legalidade e aparelhamento das drogas no Maranhão.

O evento, que discutiu sobre o Projeto de Lei Bolsa Acolhimento e o processo de socialização de boas práticas em parceria com Conselhos e Federações, aconteceu no Plenarinho da Assembleia Legislativa e contou com a presença do deputado Cabo Campos (PP); da vereadora Rose Sales; Bispo Mario Porto e de diretores de centros de recuperação de vários estados do Nordeste, militantes nas causas sociais, internos em tratamento e familiares, além das delegações dos municípios do Estado e membros de instituições públicas.

Ao fazer uso da palavra, Wellington ressaltou a importância de se perseverar na luta contra as drogas, problema este que, segundo ele, tem sido um dos maiores destruidores de lares e famílias dos últimos tempos e destacou a incontestabilidade da espiritualidade neste processo de recuperação.

“Precisamos trazer à memória aquilo que nos dá esperança. A esperança de cura não está nos remédios. O maior e mais eficiente tratamento contra este mal está na busca pela força espiritual, baseado no arrependimento e mudança de comportamento. Todo vício deve ser acompanhado de um tratamento psicológico ou psiquiátrico e, acima de tudo, de uma ‘evangelhoterapia’, para que o reequilíbrio e a autoestima sejam alcançados e, consequentemente, haja cura”, afirmou.

Assessoria  Wellington do Curso

by 07:31 0 comentários