O clima entre as bancadas do governo e da oposição parece que vai ultrapassar os limites da civilidade.

Na sessão de hoje,8, por pouco a paz não resulta em guerra.

Ocorre, que a bancada do governo não usa argumentos convincentes para defender Flávio Dino. E partem sempre para agressões grosseiras e descabidas.

Na sessão, Adriano Sarney (PV), voltou a defender a presença da Força Nacional em São Luís para combater a violência.

Foi o bastante para que o colega Marco Aurelio (PCdoB), usasse argumentos desnecessários, como dizer que Adriano deveria ter pedido para a tia Roseana e para o avô Sarney a força nacional no governo anterior. Ocorre que Adriano Sarney não era deputado.

Após a sessão, o deputado do governo enquadrou o comunista e o clima esquentou. Se não fosse a interferência do deputado Cabo Campos e Júnior Verde, acabaria em tapas.
Por Luis Cardoso 

by 06:34 0 comentários