Na manhã desta quarta-feira (3), o deputado Wellington do Curso (PPS), que apresentou proposição no dia 19 de maio solicitando a nomeação imediata dos 33 aprovados e aptos do concurso para delegados, parabenizou o Governo do Estado por sinalizar a nomeação de 10 excedentes, mas enfatizou quão importante é a convocação dos 23 excedentes aptos, totalizando a nomeação de 33 delegados.
Na ocasião, o parlamentar destacou ainda proposições que solicitam a nomeação dos peritos criminais e dos investigadores aprovados no concurso da Polícia Civil (indicações Nº396/15 e Nº399/15, respectivamente), além de proposição (indicação N°422 / 15) que requer a realização do 2º curso de formação da Polícia Civil, tendo em vista o amplo quantitativo de candidatos excedentes, remetendo aos 134 aprovados para o cargo de investigador, 23 para escrivão e 8 para auxiliar de perícia.

O deputado destacou, também, a importância da convocação de mais excedentes da Polícia Militar para a realização do curso de formação.

“O governo do Estado já sinaliza com a nomeação de 10 dos 33 excedentes, em atendimento à proposição, de nossa autoria, que solicitava a convocação de 33 delegados. Trazemos hoje a esta Casa, proposição que ratifica a nomeação de 33 e não apenas de 10, conforme sinalizado pelo Estado. Mais do que mera convocação, estamos em defesa da proteção à vida, em defesa do cumprimento dos direitos de cada cidadão e, sobretudo, em defesa daquilo que é direito de todos e dever do Estado: a segurança pública”, afirmou.

by 14:14 0 comentários