A prefeita é acusada de improbidade administrativa.
A prefeita é acusada de improbidade administrativa.
Os vereadores de Açailândia, cassaram na noite desta terça-feira (21), o mandato da prefeita Gleide Lima Santos (PMDB). Com isso, o vice-prefeito, Juscelino Oliveira (Solidariedade) deverá ser empossado nas próximas horas.

A sessão que culminou com a cassação do mandato de Gleide Santos, uma das mais longas realizadas pela Câmara, terminou pouco depois das 22h. Dezenas de pessoas acompanharam a sessão.

Eleita prefeita de Açailândia nas eleições de 2012 com 51,80% (28.933 votos válidos) Gleide Santos vinha enfrentando problemas para administrar e chegou a ser afastada do comando do município, por trinta dias, por crime de Improbidade Administrativa. Nesse período, o município foi governado pelo então vice-prefeito Juscelino Oliveira.

Após recorrer à Justiça, ela conseguiu retornar ao cargo graças a uma liminar expedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Desde o retorno, a Câmara de Vereadores criou uma comissão para apurar as supostas irregularidades cometidas pela administração de Gleide Santos e todos os levantamentos foram listados num relatório apresentado no plenário.

A comissão sugeriu, no relatório, a cassação do mandato da prefeita. Após debate, entre os vereadores e advogados, a proposta foi colocada em votação, que para surpresa de muita gente, foi aprovada, por todos os 14 vereadores presentes. Não estavam presentes no momento da votação os vereadores Bbzão; Joseli Moreira e Lenilda Costa:

Veja quem votou:

Votaram pela cassação do mandato os vereadores: Aluísio Silva; Fanio Maria; Professor Pedro; Vagnaldo; Márcio Aníbal; Carlinhos do Fórum; Marquinhos; Diomar Freire; Fátima Camelo; Bento Camarão; Paulo Canarama; Anselmo Roca; Canela e Fábio Moreira

[ DO IMIRANTE]

by 11:48 0 comentários