Operação movimentou US$ 5,2 bilhões
Operação movimentou US$ 5,2 bilhões
Apresentando queda nos lucros desde 2014, a filial brasileira do grupo britânico HSBC, segundo maior banco estrangeiro do país, foi comprado pelo Bradesco, que passa a comandar suas operações no Brasil.

O investimento foi de R$ 17,6 bilhões e a venda que foi selada em 31 de julho, pode ser concluída até junho de 2016.

Com a aquisição, o Bradesco assumirá todas as operações do HSBC no Brasil, incluindo varejo, seguros e administração de ativos, bem como todas as agências e clientes. Serão 5 milhões de correntistas no banco que está instalado em 529 cidades, com 851 agências, 464 postos de atendimento, 669 postos de atendimento eletrônico, 1.809 ambientes de autoatendimento e 4.728 caixas eletrônicos.

O HSBC chegou ao país há 18 anos, quando comprou o extinto Bamerindus, e continuará operando com as grandes no país.

O banco Bradesco tem crescido e alcançou este ano, entre abril e junho, o maio lucro trimestral na história. A instituição financeira anunciou ter registrado lucro líquido contábil de R$ 4,473 bilhões no segundo trimestre de 2015, após atingir R$ 4,244 bilhões nos três meses anteriores – um aumento de 5,4 por cento.

O Bradesco ainda informou que os clientes do HSBC continuarão a ser atendidos “da forma habitual” e, após a conclusão da operação, passarão a contar com todos os produtos, serviços e comodidades oferecidos pelo Bradesco.

Demissões

A preocupação agora é para manter os trabalhadores em seus postos, visto que em outras aquisições o desemprego se alastrou com as aquisições.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Finaceiro (Contraf-CUT) solicitou uma reunião com os dois bancos para discutir a manutenção dos empregos.

Queda

Após o anúncio da compra, as ações do Bradesco caiam mais de 2 por cento, enquanto o Ibovespa recuava 0,88 por cento.

by 06:45 0 comentários