Suspeita
Às declarações de uma mulher identificada como Everlane Alves da Silva, conhecida no submundo do crime como “Bom Bom ou Rastafári”, que confessa ter matado um “usuário droga” identificado apenas pelo pré-nome de “Manoel” por causa de R$ 20,00 (vinte reais) na noite deste sábado (1), causou indignação na população e até mesmo nas autoridades policiais que efetuaram a prisão.
Segundo consta, a mulher pediu para vítima (usuário) trocar e o mesmo acabou comprando droga com o dinheiro, o que lhe deixou furiosa a ponto de desferir um golpe de faca na vítima, que veio a óbito após dar entrada no Hospital Municipal.
Quando foi localizada pela Polícia Militar na manhã deste Domingo (2), a assassina confessa se encontrava escondida em um “casebre” na área do casqueiro, em Açailândia onde se concentra vários pontos de venda de drogas e viciados. Ao ser indagada pelos policiais e pela imprensa a cerca do crime, ela fez a seguinte declaração: “Matei e não me arrependo; se ele ressuscitasse eu mataria de novo”.

Everlane Alves da Silva, que é da cidade de Imperatriz foi apresentada na Delegacia de Policia Civil onde foi autuada por homicídio e encaminhada para Unidade Prisional de Ressocialização – UPR, onde se encontra a disposição da justiça.

Por Antonio Marcos 

by 10:02 0 comentários