Lidiane
A cadeia é pouco para prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite da Silva, a Lidiane Rocha (PRB), que se encontra foragida da Polícia Federal por “meter a mão” nos cofres públicos.
A “paquitinha”, que tem apenas “carinha de anjo” extrapolou todos os limites da moralidade na busca exacerbada de arrumar dinheiro para bancar o luxo e “ostentar”, tirando onda da cara de seus munícipes.
Se não bastasse o comportamento “debochado” e falta de respeito da gestora para com a população, ela também sempre fez questão de deixar bem claro que não acredita na justiça, da qual hoje sente o peso.

Lidiane Leite teve a “cara de pau” de transferir dinheiro da conta do município para sua conta própria e para a do esposo, Humberto Dantas Santos, o Beto Rocha, já preso em pedrinha.
De acordo com os extratos, os recursos que saíram da conta da prefeitura são, em sua maioria, do FPM (Fundo de Participação do Município) e de Arrecadação de Bom Jardim. O valor retirado dos cofres do município para as contas pessoais do casal, segundo os últimos cálculos feitos pela reportagem, ultrapassa a casa dos R$ 300 mil.
Após esse episódio, outras situações estarrecedoras envolvendo Lidiane, como por exemplo, desvio de dinheiro da merenda escolar foram denunciadas em rede nacional, o que levou a Polícia Federal tomar medidas mais drásticas contra a gestora.

Extratos bancários obtidos com exclusividade pelo Atual7, que ficou famoso por denunciar “ROUBALHEIRAS” em várias cidades do Maranhão, mostra até que ponto chegou a prefeita foragida.


transferencia-4

Por Antonio Marcos

by 20:00 0 comentários