Bom Jesus das Selvas - Meus amigos, utilizo-me deste meio de comunicação para manisfestar-me a respeito de uma matéria caluniosa e grosseiramente montada com o intuito de manchar e divulgar indevidamente minha imagem. Matéria essa divulgada hoje por um blogueiro que não se dignou sequer em me procurar para ouvir o que eu teria a falar a respeito. Enviei a resposta ao blog disseminador da matéria, porém o mesmo não a divulgou. 
No entanto, segue minha resposta, para que todos tenham conhecimento. Ressalto ainda, que já registrei Boletim de Ocorrência contra o blogueiro, que deverá responder pelos crimes de USO INDEVIDO DE IMAGEM, CALÚNIA E DIFAMAÇÃO. E outros que a justiça julgar pertinentes.

LEIAM ABAIXO RESPOSTA DADA AO BLOG: 

NOTA AO BLOG “REI DOS BASTIDORES” Caro blogueiro, sou conhecedora e até defensora da liberdade de imprensa e de expressão de todo cidadão, seja ele blogueiro ou não. 

A própria legislação federal (LEI Nº 2.083, DE 12 DE NOVEMBRO DE 1953 e também a CF de 1988) prevê e garante essa liberdade. 

Logo, sei que V. Senhoria é livre para utilizar-se desse meio para divulgar o que julgar conveniente, desde que o publicado não "atente contra a moral e os bons costumes" (Art. 1º § 1 da citada lei). 

Considerando isso, quero me posicionar como cidadã cumpridora de seus deveres e respeitadora dos direitos, como mãe de família, como professora há mais de 14 anos no município de Bom Jesus das Selvas e também no Estado. Graduada em História e Geografia, com Pós Graduação em Gestão Pública e também em Geografia. 

Não poderia me manter em silêncio diante do que fora exposto neste noticioso. Fui surpreendida logo cedo com esse post, que afirmo categoricamente, se tratar de uma montagem grotesca e de péssimo teor. 

Quem me conhece e costuma trocar mensagens comigo sabe que apesar de não ser especialista em Linguagem, em hipótese nenhuma, mesmo com pressa na escrita, cometeria erros ortográficos e de concordância grosseiros como consta na mensagem. 

Vejo o whatsapp como uma fortíssima ferramenta de comunicação, que tem o poder de aproximar e promover interação entre as pessoas, de alinhar grupos de trabalho, etc. Mas, não consigo me imaginar tratando de assuntos políticos, muito menos de questões tão sérias como estas através desse meio de comunicação, até mesmo porque sei da vulnerabilidade que nos expomos ao fazê-lo. 

Outro fator importante a se considerar é que por mais leiga que eu fosse não misturaria os Tribunais (TCE e TRE). Apesar, de nem eu mesma conhecer a pessoa citada na conversa montada, sei assim como qualquer cidadão que o mesmo não possui vínculo com o Tribunal Regional Eleitoral, logo, também não tem nenhuma ingerência no Processo de captação ilícita de sufrágio o qual a prefeita está enfrentando. Não posso dizer que se trata de "brincadeira de mau gosto", porque não é. Se trata sim de uma atitude maldosa de alguém que tenta se aproveitar do momento político vivido aqui em nossa cidade, para de alguma forma causar um desgaste entre os poderes executivo, legislativo e judiciário. 

E principalmente, para provocar uma espécie de pressão na justiça no que diz respeito aos últimos acontecimentos dos quais todos são sabedores e não me cabe aqui entrar no mérito. Até porque a própria Prefeita em nota, já esclareceu os fatos e inclusive demonstrou respeito ao Meritíssimo Juiz que proferiu tal decisão. 

Penso que esse blog não deveria causar tamanha exposição de minha imagem. Mas, já que o fez, deveria também divulgar o outro interlocutor. Aproveito o ensejo para pedir a Vossa Senhoria, como blogueiro imparcial que é que exponha aqui também quem está do outro “lado” da conversa como forma de demonstrar mais transparência e credibilidade na notícia. 

Ou se não, que pelo menos se dignifique a divulgar a fonte. Pois como deve ser conhecedor, publicar notícias falsas ou divulgar fatos truncados ou deturpados, que provoquem alarma social ou perturbação da ordem pública, é crime. Veja o Art. 9º da Lei nº 2.083 (que trata da liberdade de imprensa). Diante de tudo isso, coloco meu celular à disposição da justiça para quebra de sigilo telefônico, se for o caso, para que os fatos sejam esclarecidos. 

E de já externo o meu repúdio a quem teve a desonrosa iniciativa de agir com tamanha má fé utilizando-se de meu nome e de minha imagem, ferindo assim, meu direito constitucional da moralidade e dos bons costumes. Elienir Rodrigues dos Santos – Professora

by 23:46 0 comentários