Aproximadamente quinhentas pessoas, entre casais e convidados, participaram do 6º Casamento Comunitário de Açailândia, realizado na tarde desta quarta-feira (18), no Templo Central da Assembléia de Deus, localizada as margens da BR-222, na Vila Progresso II.

Para que se tenha uma ideia da importância dessa iniciativa do Tribunal de justiça do Maranhão, foram oficializadas uniões de casais que a mais de 30 anos esperava pela oportunidade.

“Eu sempre esperei ansioso por esse momento e graças a Deus aconteceu. Espero que possamos viver pelo menos mais 50 anos juntos (risos)”, conta o noivo.

Esse foi o sexto ano consecutivo do “Casamento Comunitário”, projeto desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, através da Comarca de Açailândia.
Segundo o juiz Pedro Guimarães, da primeira vara, a ação tem como objetivo proporcionar aos casais à cerimônia civil, que legitima a união.

“Esse é o sexto ano consecutivo e sempre é um sucesso. O número de casais sempre ultrapassa a marca de 150 e é uma forma de nós concedermos o serviço a comunidade de forma gratuita”, disse o juiz Pedro Guimarães.
O “Casamento Comunitário” já oficializou a união de mais de 600 casais. Todo o evento é gratuito, inclusive a documentação.

“O casamento é um marco muito importante na vida de todos. Esse é um evento que vem sendo realizado pelo poder judiciário, que sem sombra de duvida é de um valor incalculável. É muito bom vermos que ainda hoje as pessoas procuram celebrar o casamento civil”, disse a juíza, Dayna Pajira.

O prefeito municipal de Açailandia, Juscelino oliveira (PCdoB), parabenizou o poder Judiciário pela iniciativa que beneficia centenas de pessoas todos os anos.

“Isso é muito importante, é um sinal de que não só o executivo vem aprimorando suas ações sociais”, disse o prefeito.
Por Antonio Marcos

by 06:18 0 comentários