Leia a íntegra da nota abaixo:

A Secretaria de Estado da Mulher e o Conselho Estadual da Mulher vem a público expressar repúdio contra o anúncio comercial da empresa Fantazy Sex Shop em forma de plotagem em ônibus coletivos de São Luís. Recebemos a denúncia através de foto, em anexo que está sendo amplamente divulgada nas redes sociais.

Consideramos a mensagem sexista, expor o corpo de uma mulher desta forma é não só uma atitude machista e misógina, como não é correto usar a imagem de uma mulher de seu corpo, para este fim.

Nosso propósito enquanto órgão público é desenvolver planos e programas visando o enfrentamento das desigualdades e a defesa dos direitos das mulheres. Desta forma, proibir que mulheres sejam objetificadas em qualquer meio de comunicação não é censura: é responsabilidade. A liberdade de expressão tem limites regulados em lei.

As mulheres maranhenses se sentem ofendidas e desrespeitadas. Enquanto lutamos em prol da igualdade de gênero nos deparamos com esse tipo de imagem. Isso é violência contra a mulher! A circulação da imagem é ato discriminatório. E já estamos solicitando a proibição da mesma junto aos órgãos competentes.

São Luís, 27 de novembro de 2015
Laurinda Maria de Carvalho Pinto

by 07:05 0 comentários