Lago da Pedra/Via celular


Na manhã deste sábado (28), o governador Flávio Dino esteve com sua comitiva em visita a cidade de Lago da Pedra. O Helicóptero do governador pousou no solo do estádio municipal Waldizão, às 9h30. Dino visitou as obras paralisadas do Hospital e se comprometeu em retomar os serviços.
Após a vistoria, a comitiva se dirigiu ao palanque montado nas proximidades do mercado municipal de Lago da Pedra. Na oportunidade, o governador e aliados entregaram títulos definitivos de posse da terra para alguns agricultores do município. Participaram do evento, Flávio Dino, vice-governador Carlos Brandão, secretário da SEDES Neto Evangelista, deputado federal Rubens Pereira Jr., deputada estadual Ana do Gás, deputado estadual Vinícius Louro, os prefeitos Maura Jorge (Lago da Pedra), Dr. Raimundinho (Esperantinópolis), Fred Maia (Trizidela do Vale), Eudina Costa (Bernardo do Mearim), Brunno Galvão (Igarapé Grande), o presidente do Iterma Mauro Jorge, o superintendente do governo do Estado Rodrigo Neto, vereadores, secretários municipais de governo, lideranças e a população.
A solenidade prosseguia tranquila, ordeira, o governador entregou pessoalmente alguns títulos de posse e convidou aliados para também participar do ato. No entanto, no momento dos discursos, o entrevero começou. O governador recebeu um microfone, porém, antes de falar, a prefeita Maura Jorge aproximou-se dele para passar uma mensagem, diante da plateia Flávio Dino recuou e pediu licença a mesma, explicando que precisava iniciar o discurso. A plateia formada em sua grande maioria não aprovou o gesto descortês do governador e começou a se queixar. Logo foi anunciado que apenas Flávio Dino discursaria.

A prefeita Maura Jorge, visivelmente irritada pelo constrangimento, começou a se queixar. A população gritou o nome de Maura Jorge, atrapalhando o início do discurso do governador. 

Flávio Dino disse ao microfone que não foi à Lago da Pedra fazer política, porém, a meio metro dele, ouviu a prefeita responder em alto e bom som que ela também não estava naquele local com esse pensamento. 
Continua...

A população continuou a gritar o nome de Maura Jorge, Flávio Dino não conseguia discursar, virou-se para Maura Jorge e bateu boca com a prefeita. Maura Jorge disse que não seria desrespeita na cidade, onde ela é prefeita. Populares chegaram a subir no palanque e apontar o dedo em riste para o governador, exigindo que a prefeita discursasse. Com muito custo, Flávio Dino conseguiu concluir o discurso.

Ele falou do novo momento proporcionado pelo seu governo e as obras que estará levando a cidade.

Antes que o governador terminasse o discurso, Maura Jorge conversou com outros prefeitos que estavam no palanque, muito emocionada, disse que se retiraria daquele local, porém, ninguém a impediria de falar ao povo de Lago da Pedra naquela manhã.

Flávio Dino encerrou o discurso, diante da plateia, talvez, mais adversa que ele tenha enfrentado em sua carreira política, e saiu de Lago da Pedra, às pressas, em direção a Lagoa Grande do Maranhão, município governado por um fiel aliado, Dr. Jorge.

Ao término do discurso de Flávio Dino, a prefeita Maura Jorge, acompanhada pelo grupo político, subiu em um trio elétrico e começou um longo discurso em tom de desagravo; condenou principalmente seus opositores por toda aquela contenda e disse que Flávio Dino precisa compreender que ele foi eleito governador de todos, não somente de alguns.

Por Carlinhos filho




by 04:05 0 comentários