Tão importante quanto o “Outubro Rosa”, que trata da prevenção do câncer de mama, a Campanha “Novembro Azul” tomou corpo em todo o mundo em função do alto índice do câncer de próstata que vem atingindo a população masculina.

Em Itinga o lançamento da campanha aconteceu no CAC – Centro de Atendimento ao Cidadão, onde a Secretária de Saúde, Dra. Marluce Lins, ofereceu um café da manhã e abriu o ciclo de palestras, que estarão acontecendo durante todo o mês de novembro nos Postos de Saúde do município. A oportunidade foi aproveitada para homenagear o médico do município, Dr. Holanda, pela passagem do seu aniversário.

O que é Novembro Azul
A Conscientização, a Prevenção e o Combate ao Câncer de Próstata representa o tema da campanha do Novembro Azul realizada por diversas entidades no mês de novembro, que foi escolhido para lembrar da importância dos exames de prevenção ao Câncer de Próstata, já que o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata é comemorado no dia 17 de novembro.

Mediante diversas ações pelo país, como atividades em estádios, palestras informativas, campanhas de saúde e pontos turísticos, monumentos e locais públicos de grande visibilidade, em todo o País, ganham iluminação especial, em referência ao Novembro Azul que está para os homens, assim como o Outubro Rosa está para as mulheres.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SUB), o Câncer de Próstata é ainda mais incidente que o Câncer de Mama das Mulheres, porque a maioria dos homens ainda se mostra bastante resistente quando o assunto é cuidar da saúde e, portanto, convencê-los de que a prevenção é o melhor caminho para viver mais e melhor é um desafio que atravessa gerações.

Vale citar que pesquisas recentes realizadas pela SBU com 5 mil homens revelou que 47% deles nunca fizeram o exame de toque retal, fundamental para detectar o câncer de próstata. Ao tomarem essa atitude, eles engrossam o número de possíveis acometidos pela doença, que atinge todos os anos no Brasil cerca de 60 mil homens, levando a óbito mais de 10 mil.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a detecção da doença em estágios iniciais aumenta em 90% as chances de cura. A recomendação do Ministério da Saúde é de que os exames preventivos de toque e PSA sejam realizados anualmente por todos os homens a partir dos 50 anos, exceto em casos de fatores de risco, que são: obesidade, histórico familiar da doença e etnia negra, nestes casos, a prevenção deve ser iniciada aos 45 anos.

by 16:44 0 comentários