O deputado estadual Júnior Verde (PRB) prestou sua homenagem ao Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão através de uma sessão solene realizada na Assembleia Legislativa. A solenidade é fruto de Requerimento apresentado pelo parlamentar, por conta do trabalho desempenhado pela instituição no Estado.
Prestigiaram a homenagem militares e os oficiais superiores da Corporação, dentre eles, o Comandante Geral, Coronel Célio Roberto Pinto de Araújo, e o Capitão Joalisson Spíndola de Oliveira. No decorrer de 2015, o Corpo de Bombeiros atuou em mais de 10 mil ocorrências, ganhando destaque nas ações de combate a incêndios, como na Reserva de Araribóia. Os oficiais receberam a homenagem com agradecimentos durante suas falas, na Tribuna do Plenário da Casa.

“É o reconhecimento de muito trabalho desenvolvido nesse ano de muitas realizações. Agradecemos a homenagem e reafirmamos que o deputado Junior Verde tem sido um dos grandes parceiros e defensores das causas do Corpo de Bombeiros do Maranhão. Como integrante da Comissão de Segurança da AL, o parlamentar foi fundamental nas interlocuções que resultaram na aprovação, por unanimidade, desta Casa, da nossa Lei de Organização Básica, a LOB, que representa nossa lei maior”, lembrou o Capitão Joalisson Spíndola de Oliveira. “Por todo esse empenho e compromisso, a tropa hoje é grata ao Junior Verde”, acrescentou o Comandante Geral, Coronel Célio Roberto Pinto de Araújo.

O deputado Júnior Verde destacou o aumento substancial no aumento do efetivo, com a inclusão de 170 novos soldados, e do poder operacional da Corporação com a aquisição de novas viaturas, inauguração de quartéis, como, por exemplo, do Porto do Itaqui, São José de Ribamar, Açailândia e Trizidela do vale. “É uma justa homenagem para quem enfrenta muitos perigos para a garantir a segurança da sociedade. Uma instituição secular, que desempenha um papel extremamente importante no nosso Estado”, justificou Verde.

O ponto de partida do trabalho do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão foi uma Lei de abril de 1901, que autorizava a criação de um serviço de combate ao fogo. Mas somente no ano de 1903, o serviço foi oficializado por um ato do Vice-Governador do Estado, Alexandre Colares Moreira Júnior.

by 07:40 0 comentários