O parlamentar interrompeu a agenda de visitas aos municípios para se encontrar com o Ministro Marcelo Castro. Casos de microcefalia e liberação de convênios foram os principais temas do encontro.
Em audiência com o Ministro da Saúde, Marcelo Castro, nesta terça-feira (18), o deputado federal Hildo Rocha mostrou preocupação com o aumento dos casos de microcefalia no Maranhão. O parlamentar apresentou um relato acerca das dificuldades encontradas pelas famílias que tem bebês afetados pela doença. “No Maranhão não existem centros de referência para o atendimento da microcefalia. Como o governo do Estado, até o momento, não apresentou nenhuma ação, nenhum plano efetivo, para tratar dos casos, sugeri ao Ministro que faça parcerias com os municípios de fácil acesso e que estejam bem estruturados, como Presidente Dutra; Imperatriz; Coroatá; Estreito; São Luis; e Pinheiro”, declarou o deputado.

Rocha disse que a situação não pode é continuar da forma como está. “Nas visitas ao interior do estado encontrei bebês com microcefalia que nunca foram atendidas por um neuropediatra, pois o governo do Estado não colocou nenhum especialista, do seu quadro, à disposição dos municípios, para atender as crianças afetadas pela vítimas microcefalia ”, declarou o deputado.

Hospital Aldenora Bello

Rocha aproveitou o encontro para tratar sobre a troca do acelerador linear do Hospital Aldenora Bello. O aparelho é utilizado nos tratamentos de câncer por meio de radioterapia. “A vida útil desse tipo de equipamento é de dez anos. O que está em uso já deveria ter sido substituído. Funciona há 14 anos. O Ministro garantiu que irá receber a direção do hospital para tratar do assunto, pois o governo federal tem um programa voltado especificamente para ajudar as entidades que trabalham no tratamento de oncologia (câncer)”, destacou.

Convênios

O deputado voltou a cobrar agilidade e desburocratização na celebração de parcerias entre as prefeituras e o Ministério da Saúde. “O excesso de burocracia dificulta a celebração de convênios para a compra de ambulâncias. Isso causa prejuízos para população. Muitas vezes os pacientes são transportados de forma inadequada, em cima de carroceria de caminhonetes, porque anos atrás (2006) deputados e senadores fizeram esquemas fraudulentos para aquisição de ambulâncias, episódio que ficou conhecido como sanguessuga”, declarou Rocha.

Emendas

Rocha lembrou que em 2015 apresentou emendas destinando recursos para reforma de hospitais municipais e compra de equipamentos. Entre as unidades beneficiadas estão os hospitais Santa Filomena (Cantanhede) e o hospital de Urbano Santos. O deputado criticou o procedimento do ministério da saúde que criou dificuldades para os municípios. “Fizeram diligencias de documentos no último dia útil do ano. Assim não poderia dar certo”, disse.

“Como a presidente Dilma sancionou o orçamento na última quinta-feira, solicitei audiência com o Ministro Marcelo Castro com a finalidade de apressar a contratação com os municípios que não haviam conseguido obter êxito por culpa do próprio ministério”, enfatizou o parlamentar.

Segundo o deputado, o ministro Marcelo Castro garantiu que irá acabar com as dificuldades que impedem as prefeituras a firmarem convênios. “Ficou definido que já no início de fevereiro os convênios serão assinados”, destacou.

Rede Cegonha

O deputado ressaltou que durante a recente visita que fez ao município de Buriticupu, vistoriou as obras da primeira maternidade da Rede Cegonha a ser implantada no Maranhão. “Fiz questão de dizer para o Ministro que a rede de saúde pública de Buriticupu está bem-estruturada e o município é uma referência regional no setor. Tenho certeza que a maternidade também será bem administrada e servirá de modelo para o Maranhão e para o nosso país”, afirmou Hildo Rocha.

by 15:43 0 comentários