Trinta homens trabalham diariamente na construção
No dia 22 de outubro de 2015 o prefeito Juscelino Oliveira, acompanhado de vereadores e secretários do município, visitou as obras da Unidade de Pronto Atendimento, ocasião em que se deparou com o estado de abandono da UPA. Com entrega prevista para ocorrer no dia 31 de dezembro de 2012, a UPA foi abandonada nos últimos três anos, durante gestão da ex-prefeita Gleide Santos.
Paredes e piso precisaram ser totalmente reconstruídos
Naquele dia Juscelino Oliveira anunciou que retomaria a construção e se comprometeu a entregar a Unidade Hospitalar para a população, desde então as obras não pararam. Segundo o construtor responsável, Perivaldo Soares, trinta homens trabalham diariamente e até mesmo aos fins de semana.
Todo o telhado precisou ser trocado
Isto se faz necessários devido aos esforços que precisaram ser feitos para entregar o beneficio ao povo. Quando a obra foi retomada apenas 40% do que estava no projeto havia sido construído de fato. 
Muita coisa teve que ser modificada, o piso teve que ser demolido, várias paredes tiveram que ser quebradas, a encanação modificada, e o telhado teve que ser completamente restaurado, tudo isto para seguir as regras estabelecidas pelo o Ministério da Saúde.
Durante três anos a obra ficou assim, conforme registro da
foto, totalmente abandonada em meio ao matagal
O gestor também teve que desdobra-se pelos corredores do poder, em Brasília. Ocorre que quando assumiu o cargo com a cassação da ex-prefeita, Juscelino Oliveira tomou conhecimento de que o município estava prestes a ser obrigado a devolver R$ 1.441.201,98 (um milhão, quatrocentos e quarenta e um mil, duzentos e um reais e 98 centavos) que já haviam sido repassados pelo Governo Federal. A situação foi revertida. 

Agora toda a construção da UPA custará R$ 1.994.230.00 e mais R$ 870.000.00 será investido em equipamentos de alta tecnologia, conforme anunciado pelo o prefeito durante entrevista a rádio Marcone FM. Reveja. 

Quando em funcionamento a UPA oferecerá atendimento de urgência hospitalar 24 horas, de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de saúde e as de urgência, nas especialidades de clínica médica e pediatra e também exames de Raio-X, eletrocardiograma (ECG), eletroencefalograma e atendimentos que vão de uma simples febre e dor de cabeça, até infartos e acidente vascular cerebral (AVC).

Investimentos na Saúde

Em 2016 o prefeito Juscelino Oliveira pretende investir R$ 2.150.000,00 na reforma e ampliação do Hospital Municipal. R$ 1.308.400,00 serão investidos na construção do Materno Infantil. Para a compra de equipamentos hospitalar será destinado R$ 1.270.000,00, mais R$ 850.000.00 para compra de medicamentos e material cirúrgico e R$ 300.000.00 para compra de duas ambulâncias novas.

Para as Unidade Básica de Saúde será destinado R$ 818.000,00 para construção de duas novas UBS, R$ 520.000.00 para compra de quatro camionetes Hilux, R$ 999.636.00 para construção do CAPs e R$ 998.000.00 para construção de duas unidades de acolhimento.

Fonte: Maranhão em Foco 

by 05:40 0 comentários