Ernandes Almeida Ferreira, de 33 anos, vulgo Tiririca foi assassinado com pelo menos três tiros, no Piquiá, em Açailândia. 

Ele era um elemento de alta periculosidade e possuía várias passagens pela Polícia. Em sua prisão mais recente, ocorrida em 13 de abril de 2015, ele havia sido acusado de tentar estuprar uma jovem de 18 anos e ainda assaltar um pastor dentro da Igreja.
Na sua ficha criminal estar várias prisões por estupro e roubo a mão armada. Quando foi preso em 2015, ele jurou que ao ser solto voltaria ao Bairro Piquiá para acertar as contas com pessoas que ele dizia odiar. 
Mas sua vida de crimes chegou a fim, tendo como ponto final três tiros, que lhe atingiram a cabeça. Não se tem pistas quanto a autoria da execução.

Por Maranhão em Foco 

by 16:22 0 comentários