Na recente visita ao município de São Domingos do Maranhão, o deputado Hildo Rocha esteve no povoado Lagoa Nova onde residia a vereadora Rosa Cipó (PMDB), que morreu em dezembro, vitima de aneurisma cerebral. A vereadora foi uma das coordenadoras da campanha de Hildo Rocha, na eleição de 2014. “Rosa foi uma grande incentivadora da minha campanha no município. Infelizmente perdemos o convívio com essa pessoa maravilhosa que era amada e respeitada por todos. Não poderia deixar de manifestar, pessoalmente, o meu sentimento de pesar à sua família”, destacou.

Rocha lembrou que a vereadora foi vítima de uma grande injustiça “Ela morreu sem que a justiça reconhecesse a sua eleição para presidente da Câmara Municipal. Tomaram de forma arbitrária, ao arrepio da lei”, lamentou o deputado. 

Balanço das atividades parlamentares
Após a visita aos familiares de Rosa Cipó, Hildo Rocha participou de uma reunião, na Associação Atlética do Banco do Brasil. Durante o evento, o deputado apresentou um balanço das atividades parlamentares realizadas durante o ano de 2015. O encontro teve a participação dos vereadores Astolfo Seabra; Irislane Avelar; Moura (Mauricio Alves da Costa); e Pedrão do Baixão. Também estavam presentes o Presidente do Diretório Municipal do PMDB, Walmek Avelar; o Presidente do PMDB Jovem Municipal; Marcos Alan e o Clodomir Filho. O evento contou ainda com a presença das lideranças dos povoados: Bacupari (Pretinha); Baixa de Areia (Davi); Bancos (Sr. Martins); Comprida (Charles e Nêgo); Lagoa de Baixo (Luzia e Itamar); Lagoa Nova (Nêgo Cipó); Maria Eva (Tião e Eva Dior). O Representante da Associação Cultural Sapupara, Jorge Almeida, também prestigiou o encontro.

“Tenho compromissos com o povo de São Domingos. Sou grato ao povo deste município às lideranças que me ajudaram a conquistar o mandato de Deputado Federal. A melhor forma de demonstrar minha gratidão é com trabalho. Isso eu tenho feito”, enfatizou o parlamentar.

Produtividade
Rocha fez questão de apresentar o resultado de seu trabalho durante o ano passado quando apresentou uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição); 21 Projetos de Lei; e foi relator de 37 de Projetos de Leis. “Todos os projetos que relatei foram aprovados”, exaltou.

Para ilustrar a importância e os impactos das propostas defendidas, o Deputado destacou o Projeto de Lei 215/15. A proposta aumenta as penalidades para crimes contra a honra cometidos em redes sociais. “O nosso Código Penal é antigo. Quando foi elaborado, em meados do século passado, não existiam os recursos tecnológicos hoje disponíveis, como a internet. Os crimes contra a honra praticados pelas redes sociais têm um efeito devastador na vida das vítimas, causam enormes prejuízos na vida profissional, familiar, além de danos morais e emocionais irreparáveis", argumentou. 

Reconhecimento

O vereador Astolfo Seabra enumerou algumas conquistas do grupo político que apoiou Hildo Rocha em São Domingos do Maranhão. “O nosso grupo tem contribuído para o desenvolvimento do município. Por meio do nosso trabalho, com a ajuda dos deputados Hildo Rocha e Antônio Pereira, conseguimos 4 km de asfalto para a nossa cidade que foi implantado em 2014; conquistamos dois poços artesianos; tivemos a satisfação de receber quatro bombas para equipar os poços que estavam desativados; e conseguimos uma patrulha mecanizada que tanto tem servido às nossas comunidades”, destacou Seabra.

Acerto

A vereadora Irislane Avelar disse que o grupo acertou ao apoiar o deputado Hildo Rocha. “Nós estamos vendo Hildo Rocha é um deputado atuante, está honrando cada voto que recebeu dos maranhenses. As ações já realizadas confirmam que fizemos a escolha certa”, celebrou a vereadora.

Novas ações 

Em resposta às demandas apresentadas pelos vereadores, o deputado assumiu o compromisso de lutar para que o Ministério da Agricultura altere o período de financiamento da lavoura de abacaxi, e de buscar meios para conseguir equipamentos agrícolas para as comunidades rurais de São Domingos do Maranhão.

Quanto à liberação de recursos para a construção de unidades habitacionais Rocha explicou que o Governo Federal fez cortes no orçamento. “No ano passado não houve assinatura de contratos. Mas, este ano, se houver recursos e o projeto destinado ao município estiver aprovado, nós iremos ter condições de atender a essa demanda”, assegurou Hildo Rocha.

by 19:02 0 comentários