Em tempos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue, febre chikungunya e o zika vírus, as ações de combate para esse mosquito transmissor foram intensificadas nesse inicio de semana em Açailândia e o ponto de partida foi próximo ao Farol do Saber. 
A Secretária de Saúde, Kerly Cardoso, esteve acompanhando os trabalhos desenvolvidos pelos agentes de endemias e agentes de saúde. Segundo ela, o Bairro Laranjeiras foi o primeiro a receber o mutirão devido ao grande índice de pessoas com os sintomas da dengue. “Nós temos uma incidência muito grande no período chuvoso, detectamos o aumento do número de pacientes que adentraram ao Hospital e então adotamos essas medidas que também fazem parte da Politica Nacional”, afirmou a Secretária de Saúde. 
De casa em casa os agentes visitam, alertam, orientam e pedem a colaboração da população em geral. Além do poder público municipal, a prevenção da doença também é responsabilidade dos próprios moradores. “A comunidade tem um papel fundamental nesse combate, porque nós da vigilância damos o apoio e suporte necessário, mas se a comunidade não aderir colaborar e entender o nosso trabalho, não irá surtir o efeito que esperamos, porém temos plena convicção que todos irão ajudar neste sentido”, disse a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Lene Cristine. 

Os sintomas da dengue, Zica e chikungunya são parecidos, pois causam: febre, dor no corpo, dor de cabeça e tontura. Para evitar essas doenças são necessários cuidados simples. “Nós recomendamos aos domiciliares a colocarem as garrafas de cabeça para baixo, lavar os filtros duas vezes por semana e ter cuidado com todas as coisas que tem dentro de casa”, alertou a Agente de Saúde, Luzimar França. Além do bairro Laranjeiras, outros bairros receberão o mutirão da saúde. 
Ainda nesta mesma semana a Vila Tancredo e bairros vizinhos serão visitados. Os moradores parabenizaram a iniciativa. “Acho muito importante essa ação, porque o Hospital esta cheio de pessoas com essa doença, isso é devido à falta de cuidado porque isso é uma questão de higiene, é cada um cuidar da sua casa”, afirmou a dona de casa, Maria Madalena.

Ascom PMA







by 23:06 0 comentários