Houve uma intensa troca de tiros no local, sendo que os sequestradores levaram a pior 
Uma operação da Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de investigações criminais (SEIC), localizou na madrugada desta sexta-feira (12) um cativeiro na zona rural do município de alto Alegre/MA, que seria utilizado para manter em cárcere privado o filho de um empresário de São Luís.

Ao chegarem ao local, houve reação dos acusados, que dispararam tiros contra os policiais. A resposta da polícia foi à altura, iniciando-se uma intensa troca de tiros, sendo que os sequestradores levaram a pior e terminaram morrendo no confronto.

Os mortos foram identificados como Carlos Alberto Mesquita dos Santos Sousa, vulgo “Sharon”, foragido da justiça e condenado a mais de 80 anos por roubo a banco e carro forte; Sebastião Soares da Silva, vulgo "Tião", foragido da justiça, condenado a mais de 100 anos de prisão por sequestro, sendo o autor intelectual do sequestro de uma criança na cidade de Imperatriz no ano de 2012; e Joaquim Neto Alves Leal, foragido da justiça, condenado por roubo.

Com os sequestradores, os policiais apreenderam um revólver magno 357, uma pistola 7,65 e um revólver calibre 38.

by 19:58 0 comentários