Manifestantes se reúnem na tarde desta segunda­-feira (28), no Centro de São Luís, para protestar contra o reajuste das tarifas de ônibus da capital. O aumento de 11,8% entrou em vigor deste sexta-­feira (25).

A concentração do protesto começou por volta das 15h, na região da Praça Deodoro. De acordo com os organizadores, os manifestantes sairão em passeata pela Rua Rio Branco, Avenida Beira­-Mar, Terminal da Praia Grande, Prefeitura de São Luís e Ponte José Sarney. Grande parte dos manifestantes é de estudantes, que empunhavam cartazes como: “Chega de exploração. 2,90 é um crime”, “2,90 não”, “Só os mortos não reclamam. 2,90 não. #RevogaEdivaldo #PassLivreJá”, “Nenhum centavo a mais. 2,90 eu não pago. #ContraOAumentoSLZ”, entre outros.

Por volta das 17h30, os manifestante bloquearam os dois sentidos da Ponte José Sarney. Um engarrafamento se formou no local. Um dos articuladores do movimento é a seccional Maranhão da Assembleia Nacional dos Estudantes Livres (ANEL), entidade que existe desde 2009, além da União da Juventude Socialista (UJS).

Reajuste
Com o aumento, os valores das passagens de nível I que custavam R$ 1,90 passaram para R$ 2,20. Já as passagens do nível II fixadas em R$ 2,20, agora valem R$ 2,50. As passagens de nível IV, que custavam R$ 2,60, passaram para R$ 2,90. As tarifas das linhas metropolitanas do Governo do Estado mudaram de R$ 2,80 para R$ 3,10.

A decisão do reajuste das passagens foi tomada durante reunião realizada no dia 23, na sede da SMTT, entre representantes da Prefeitura e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET). O último reajuste das passagens de ônibus de São Luís havia ocorrido no dia 27 de março de 2015. Na ocasião, os preços passaram de R$ 1,60 para R$ 1,90; R$ 1,90 para R$ 2,20 e R$ 2,40 para R$ 2,80. O aumento, porém, desagradou a população e durante três dias houve protestos na capital. No dia 3 de abril, a Prefeitura anunciou uma redução de R$ 0,20 no valor da tarifa mais cara, que havia sido reajustada para R$ 2,80 e passou a custar R$ 2,60.

O reajuste anterior ao do ano passado foi concedido em junho de 2014, quando o preço das passagens de ônibus sofreu acréscimo de R$ 0,30. O reajuste no valor das tarifas em 2014 foi o desfecho da greve dos rodoviários, que já se estendia por 16 dias.

Estado Online

by 07:35 0 comentários