Nesta terça-feira (26), a conta do Facebook de uma moradora da cidade de Palmas (TO), Gabryella Ohanna, teve comentários racistas contra os maranhenses. Mas em seguida, a proprietária do perfil tratou logo de esclarecer o caso.

Ela afirmou que a sua conta foi alvo de hackers e que não conhece os rapazes que fizeram os comentários chulos, racistas, de mal gosto e xingamentos. “Os mais atingidos foram os maranhenses palavras sem nexo, coisas sem sentido pra mim, palavras na verdade que nem uso no meu vocabulário. não conheço nenhum maranhense nunca fui ao Maranhão. Meu perfil e em Taguatinga T.O Rio azuis. Fui vítima da internet e estou deixando isso bem claro, mas mesmo assim as pessoas não estão me poupando dos comentários, ameaças à mim minha filha e mãe. Querem um culpado? Infelizmente não posso lhes dá. Peço encarecidamente que entendam meu lado Eu não fiz aquelas postagens. Meu face foi hakeado parem de me agredir verbalmente isso não vai resolver nada” esclareceu Gabryella Ohana.

Os comentários da conta de moradora de Palmas diziam: “O Maranhão é no Brasil?” perguntou a própria Gabryela. Outro usuário respondeu: “Lógico que não burra. fica no Canadá, nem parece que estudou química, rs”.

Os comentários maldosos e xingamentos continuaram: “Os maranhenses comem maconha no café, no almoço, na janta, por isso tem essas cara de tapado”; “O povo imundo é maranhense meu”, “Maranhense Fede. Nojo de maranhense. Deviam tocar fogo no Maranhão”

Veja abaixo os comentários:

 Blog do Neto Ferreira

by 06:20 0 comentários