Durante entrevista coletiva realizada, no início da noite desta quinta-feira (26), a cúpula da Polícia Civil esclareceu os fatos que culminaram na prisão do prefeito de Nova Colinas, Elano Coelho.

Segundo as autoridades, as investigações iniciaram a partir de uma denúncia de um membro da Câmara de Vereadores de Nova Colinas que afirmava irregularidades no processo pós licitação e durante a execução dos contratos celebrados . “A empresa M N empreendimentos ganhou 15 licitações em dois anos para prestar serviços em diferentes áreas. Foi levantado que essa empresa não tem condições de prestar tais serviços”, afirmou o delegado que estava afrente das investigações, Ricardo Moura.

Ainda de acordo com o delegado, foram verificados que os serviços contratados são prestados diretamente pela Prefeitura e não pela M N empreendimentos. “Destacamos aqui a coleta de lixo que sequer existe funcionários ou veículos da empresa. As atividades são prestadas por pessoas que são diaristas e recebem do secretário de Finanças o dinheiro em espécie” detalhou Ricardo.

Inicialmente, o valor dos contratos fraudados foi de mais de R$ 7 milhões.

Elano Coelho foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde aguardará a decisão da Justiça.
 Blog do Neto Ferreira 

by 06:42 0 comentários