O deputado estadual Júnior Verde (PRB) destacou a importância dos investimentos em saneamento básico, durante encontro promovido pela Federação Maranhense de Consórcios Intermunicipais (Femaci), na Assembleia Legislativa, na última terça (31). Na oportunidade, foi discutida a conjuntura do saneamento no país e, principalmente, no Maranhão.

“O saneamento tem que estar na pauta de prioridade de todos os gestores. Investir em saneamento é investir em saúde pública. A cada 1 real, se economiza de 7 a 10 reais em gastos com a saúde pública, considerando que muitas doenças são ocasionadas pela falta desta politica social e, ainda mais, se considerarmos que investir em saneamento é investir em infraestrutura permanente na qualidade das nossas vias urbanas”, ressaltou Júnior Verde.

O painel 'Saneamento Ambiental no Brasil e sua realidade no Maranhão’ contribuiu para discutir a política de investimentos em saneamento ambiental. Entre as 100 maiores cidades brasileiras, São Luís ocupa a 83ª posição em termos de saneamento básico, de acordo com o novo "Ranking do Saneamento nas 100 Maiores Cidades", publicado pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a GO Associados.

A capital maranhense oferece serviços de água tratada a 80,62% dos habitantes, mas apenas 45,5% deles têm acesso à coleta de esgoto. Somente 8,07% do esgoto gerado é tratado. O estudo considera os números oficiais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico (SNIS) - do Ministério das Cidades - ano base 2014.

“Saneamento nunca foi um problema, mas uma solução para conter muitas doenças causadas pela falta dele. Essa é uma pauta permanente que teremos aqui na Assembleia”, garantiu o parlamentar .

by 06:14 0 comentários