OSE teve recorde de participação, movimentando diversos setores econômicos da Vila Ildemar. Para quase 90% do público participante do evento, esse foi o primeiro contato com o empreendedorismo.

“A Ose para mim foi uma grande oportunidade, pois trabalhava muito e não sabia para onde estava indo meu dinheiro”. Foi assim que a cabeleireira Darliane Costa dos Santos relatou sua experiência com a Oficina Sebrae de Empreendedorismo (OSE), encerrada no fim de semana.

Para quase 90% do público participante do evento, esse foi o primeiro contato com o empreendedorismo e com as qualificações promovidas pelo Sebrae. Durante os cinco dias da oficina, eles tiveram a oportunidade de aprender como funciona uma empresa, como melhorar os negócios existentes ou reconhecer as oportunidades que os cercam.

Darliane destaca que aprendeu muito e já começa a visualizar os resultados. “Percebo o que tenho desenvolvido, só em adquirir todo esse conhecimento. Aprendi a controlar meu dinheiro e vou crescer com isso. Vou divulgar bastaste a OSE, pois se teve diferença no meu negócio, pode ter para os demais”, comemorou a cabeleireira.

O microempresário do setor de venda de medicamentos, Kadymiel Ferreira de Jesus, avalia como positiva a realização da OSE no bairro, pois possibilitou que as pessoas tivessem acesso a capacitação sem precisar se locomover para o centro da cidade. “A OSE abriu um leque enorme de informações para mim. Fiquei lisonjeado e surpreso com tantas informações que recebi com a consultoria que fizeram no meu estabelecimento”, relatou Jesus.

Na cerimônia de encerramento foram entregues os certificados de participação na oficina e a premiação para os vencedores do desafio “Meu Negócio” com medalhas e kits de cursos do Sebrae. A gerente da unidade regional do Sebrae em Açailândia, Rosilene Andrade e o Secretário de Industria e Comércio, Cleones Matos, participaram da solenidade.

Balanço

A 1ª Oficina Sebrae de Empreendedorismo de Açailândia foi considerada um sucesso, por ter conseguindo recordes de participação. No total, foram 436 orientações, 108 consultorias prestadas e 16 palestras que aconteceram durante dia, atraindo um público de 936 participantes. Além disso, 66 negócios participaram do desafio “Meu Negócio”, gerando um faturamento de mais de dois mil reais durante os três dias de competição.

Para a Gerente do Sebrae em Açailândia, Rosilene Andrade, a OSE cumpriu a missão de fazer com as pessoas percebam que o dono de qualquer negócio necessita ter a visão do que é uma empresa. “Agora vamos focar em conseguir manter a motivação dos participantes, oferecendo os produtos do Sebrae de acordo com as necessidades de cada um”, avalia a gerente.

DET na Vila Ildemar

A Vila Ildemar, bairro mais populoso da cidade, com cerca de 40 mil habitantes, foi escolhido no início do ano para receber as ações do projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial – DET. Nos próximos quatro anos, 250 empreendedores do comércio, horticultura, da economia criativa e social serão beneficiados com serviços de capacitação, consultoria e apoio do Sebrae em parceria com a mineradora Vale e Prefeitura Municipal de Açailândia.

A parceria com a Vale, que também inclui a parceria com a Associação de Agricultores de Vila Ildemar, beneficiará especialmente cerca de 80 agricultores familiares da região. “Além de Açailândia, estamos desenvolvendo o projeto DET em mais quatro regiões do estado: na Vila Luizão, em São Luís, no Litoral Ocidental maranhense, Baixo Parnaíba e Alto Turi Litoral Oeste. São ações amplas de capacitação e orientação empresarial, e fomento a políticas públicas de estímulo ao empreendedorismo nessas regiões”, explica o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

by 06:18 0 comentários