Atividade do Procon Mirim na Unidade Integrada Estado da Amazonas













Procon Mirim leva noções de combate ao superendividamento para alunos de escolas públicas


Mais de mil crianças estão sendo contempladas pelo projeto Procon Mirim. Em nova etapa, a equipe do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon/MA) levou, para mais 7 escolas da rede pública, palestras divertidas sobre educação para consumo. Entre segunda (30) e quinta-feira (02), as crianças aprenderam mais sobre o tema do superendividamento.

Para aproximar assuntos complexos das crianças, a equipe do Procon/MA leva desenhos, teatros e exemplos para as escolas. Com uma linguagem simples, os estudantes são alertados sobre os perigos de exigir demais do orçamento da família e sobre os abusos de que podem ser vítimas por meio da publicidade infantil.

Desde 2015, o Procon Mirim leva a estudantes de escolas públicas noções sobre consumo consciente e sobre o Código de Direito do Consumidor. Segundo o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, a educação para o consumo, desde a escola, colabora com a formação de cidadãos conscientes. “Acreditamos que é possível mudar a realidade em que vivemos através das crianças, por meio da educação, garantindo uma rede de abrangência muito maior que a sala de aula”, afirmou.


O Procon Mirim levou informações até para os mais velhos. A professora Cândida Nascimento, da U.I. Força Aérea Brasileira, afirmou que já conhecia a ação, mas também aprendeu coisas novas. “Acho que é muito válido para crianças, mesmo que na faixa etária deles, de 10 e 11 anos, tenham um aprendizados sobre relações de consumo e direito do consumidor. Já estamos esperando as próximas visitas!”, disse.

Este mês, o Procon Mirim esteve nas escolas Força Aérea Brasileira (São Cristóvão), Josué Montello (Sacavém), CAIC, Maria Firmina dos Reis (Cohama), Japiaçu (Anjo da Guarda), Estado do Rio Grande do Norte (Radional) e Estado do Amazonas (Bairro de Fátima).

SECRETARIA DE ESTADO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL E ASSUNTOS POLÍTICOS - SECAP

Fonte: Procon

Foto/Divulgação 

by 18:38 0 comentários