O dia 15 de outubro foi consagrado, no Brasil, o dia dos professores. A cada dia que passa, a educação formal é iniciada mais cedo, de forma que, já nos primeiros anos de vida, a criança tem contato com o professor. Na manhã deste sábado (15), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou as redes sociais para destacar o dia dos professores e, na ocasião, evidenciar a sua admiração e respeito pela categoria.

“Hoje é o dia daqueles que não são penas profissionais… são mestres que permitem o acesso ao bem mais precioso que o homem pode ter, o conhecimento. Hoje é o dia do professor… dia daqueles que, mesmo sem boas condições de trabalho, superam as dificuldades e, através de suas profissões, contribuem para o futuro de nossa gente, para o futuro da nossa cidade. Hoje é dia de agradecer sim, mas é também dia de cobrarmos a valorização de nossos mestres e, assim, termos uma educação que seja vista como prioridade”, destacou Wellington.

Wellington, que também é titular da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, afirma que os educadores de São Luís e de todo o Maranhão não são valorizados como deveriam ser.

“Isso é fato. Precisamos reconhecer e valorizar mais o educador. É preciso investir mais nessa categoria com salários dignos, estrutura de trabalho e capacitação. Afinal de contas, reconhecer a importância do professor é valorizar o ser humano e a educação como base da sociedade”, enfatizou Wellington.

Em defesa dos professores

Além de projetos, Wellington já realizou audiência pública em defesa dos professores e, ainda, apresentou proposições solicitando ampliação no número de vagas no concurso para professores, além de, diariamente, realizar a defesa da classe no Parlamento Estadual.

Os projetos são em defesa dos professores que dispõe sobre a Política de Prevenção à violência contra educadores; e ainda, que dispõe sobre a criação do Programa Estadual de Saúde Vocal e Auditiva dos professores e integrantes do quadro do magistério e do quadro de apoio da rede estadual de ensino do estado do Maranhão.

by 15:29 0 comentários