A bancária Elizelda Vieira de Paula Alves, de 29 anos, que foi assassinada na manhã desta segunda-feira (26) por volta de 8h, em um quarto do Hotel La Belle, localizado na Rua Leôncio Pires Dourado, no bairro Bacuri, em Imperatriz.
O principal suspeito é o ex-marido dela, identificado apenas como Clodoaldo da Silva Alves. De acordo com a polícia, Elizelda levou um tiro frontal na cabeça e morreu minutos depois. 

Após o crime, o assassino fugiu em um carro de modelo corola, cor branca. Ele teria dito aos funcionários do hotel, que a mulher estava quebrando tudo no quarto. Os funcionários, ao abrir a porta com a chave reserva, encontraram a mulher agonizando.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) foi acionado, mas a mulher já estava sem vida.
Segundo informações de familiares, o casal estava separado havia dois meses e a mulher, inconformada com a separação, sempre ia atrás do ex-marido, no hotel, onde ele estava hospedado.
A vítima deixa dois filhos. Ela era irmã do empresário Israel Vieira, proprietário da lanchonete Pescoço Lanches, que fica localizada na Praça de Fátima. A lanchonete era administrada pelo assassino.
Uma equipe do IML esteve no local para fazer a remoção do corpo (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


by 06:35 0 comentários