Representando a Assembleia Legislativa, o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputado estadual Júnior Verde (PRB), participou nesta segunda (19) de cerimônia no Palácio dos Leões para a reativação do programa de Crédito Fundiário, que estava parado há 10 anos no Maranhão. Na ocasião, foram entregues a titulação de 972 hectares de terras, que agora darão segurança jurídica para os agricultores plantarem milho, arroz, feijão e mandioca.

A ação é fruto da parceria do Estado com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead). Com investimentos de R$ 2,7 milhões, o acordo de cooperação técnica firmado entre o Governo do Estado e o Governo Federal marca a reativação do programa. Um total de 39 famílias do povoado Cigana, no município de Tuntum, também obteve a escritura da terra para morar.
Júnior Verde destacou a importância de investimentos que resgatam, sobretudo, a dignidade das pessoas. “Milhares de famílias começam uma nova vida com essa ação do Governo do Estado. Vão poder ter suas terras de forma regular, viver com mais tranquilidade e melhorar a qualidade de vida”, pontuou.

O governador Flávio Dino disse que o programa é mais um dos exemplos da estagnação que existia nas políticas públicas do Estado, sobretudo na área da agricultura familiar. “Esse é mais um programa importante paralisado há uma década, para não mencionar outros tantos problemas que nós acabamos ficando para trás em relação a outros estados da Federação”, sublinhou.

by 06:00 0 comentários