O líder indígena Darlan Guajajara de Sousa, o "Aleijadinho", foi preso hoje (11) pela Polícia Civil acusado de manter em sua aldeia mais de 2.300 kg de maconha.
Ele é suspeito de comandar uma rede de tráfico de drogas, de receptação de veículos roubados e de corrupção de menores na cidade de Jenipapo dos Vieiras, principalmente na Aldeia Felipe Boner, conde é a principal liderança.

A operação de prisão e de apreensão da droga ocorreu por intermédio da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, coordenada pelo delegado Regional Renilto Ferreira, em conjunto com a Polícia Militar.

Além do cacique da aldeia, foram presos, ainda: Jacilene Guajajara de Sousa, Licinha Carvalho Guajajara de Sousa, Laide Carvalho Guajajara de Sousa, Erivan de Sousa Carvalho Guajajara, Ezequiel Carlos Atanazio Guajajara, e Elizaldo de Sousa Carvalho Guajajara.

Além da maconha, os policiais apreenderam três veículos, entre eles uma SW4, do cacique; cinco armas de fogo; duas prensas artesanais para embalar o entorpecente; balanças utilizadas nos crimes e demais objetos suspeitos.

by 15:35 0 comentários