A continuação das obras de extensão da rodovia BR-135 e do asfaltamento da BR-226 tiveram suas ordens de serviços assinadas nesta quinta-feira (05), em visita do ministro dos Transportes, Portos e Aviações, Maurício Quintela, a São Luís.

O ministro ressaltou que a BR-135 é a principal obra do Estado, do ponto de vista viário, que estava paralisada, porém o Governo Federal decidiu priorizar, devido as reivindicação da bancada federal do Maranhão e do próprio Governo do Estado. O prazo de conclusão é até o segundo semestre deste ano.

Para continuidade das obras estão garantidos 180 milhões de reais, originados parte de emenda parlamentar, parte da União que integram o pacote dos trechos Estiva-Bacabeira e Outeiro-Miranda, cuja ordem de serviço foi assinada durante a agenda de vistorias das obras. O contrato para duplicação que vai de Entroncamento a Miranda está orçado em R$ 66,4 milhões.

“Estamos assegurando para que possamos concluir essa rodovia. Vamos enfrentar um período de chuvas, o ritmo da obra tende a diminuir e devemos ter todo o cuidado com um projeto desta natureza. É melhor fazer um trabalho bem feito e definitivo para que não venha a ser um problema no futuro”, explicou o ministro Quintella.

O ministro lembrou que a BR-135 é o único e principal acesso à capital do Estado e uma rodovia importante de escoamento de produção para o Brasil.

“Por isso, essa obra foi priorizada e com a duplicação concluída vai mudar a característica de toda essa região do Estado”, garantiu Quintella.

Complementando o cronograma da obra, o ministro disse também que está licitado o trecho Bacabeira-Outeiro. Sobre outro ponto que está sob demanda judicial, Quintella diz aguardar o desfecho. “Esperamos que essa demanda seja vencida rapidamente para que possamos operar em toda a rodovia. É uma rodovia que está com o recurso garantido”, frisou Quintella.

Obras da ponte Marcelino Machado e da BR-226

A visita do ministro Maurício Quintella também rendeu a autorização para a reforma total da ponte Marcelino Machado, sobre o Estreito dos Mosquitos, que liga a grande ilha ao continente. A ponte está localizada no km 24,30 da BR-135 e tem cerca de 450 metros de comprimento.

Já em visita a Timon, o ministro Maurício Quintella assinou ordem de serviço que possibilitará o asfaltamento de 100 km da BR-226. A obra inclui, ainda, a construção de um contorno rodoviário. O orçamento total da obra é de R$ 88,5 milhões, sendo que R$ 37 milhões são recursos de emenda da bancada maranhense na Câmara Federal.

(Com informações do Imparcial)

by 04:33 0 comentários