Na noite desta quinta-feira (02), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) participou da Plenária Sindical e Popular em defesa do Saneamento Básico Público organizada pela ASSERCA (Associação dos Servidores da CAEMA) e a central sindical CSP Conlutas. O evento foi convocado após anúncio da possibilidade de privatização de diversas empresas de saneamento incluindo a CAEMA.

Além do deputado Wellington, estiveram presentes o vereador Marcial Lima (PEN/São Luís), Saulo Arcangeli (SINTRAJUF), o presidente da ASSERCA, Cesar Augusto, o presidente do Sindicato dos Bancários, Eloy Natan, o sindicalista da CSP Conlutas e funcionário da CAEMA, Marcos Silva, além de aprovados no concurso da CAEMA, diversas organizações do movimento social como o Centro Acadêmico dos estudantes de Geografia da UFMA.

“Esse momento de discussão é muito importante para organizar a defesa dos trabalhadores da CAEMA contra o sucateamento da Companhia, além de lutar por uma empresa moralizada. Privatizar um serviço tão importante quanto é ir na contramão do que a coerência nos direciona. Essa não é a primeira vez em que debatemos sobre tal temática. Na Assembleia, por exemplo, já realizamos audiência pública solicitando a convocação de mais aprovados no concurso da CAEMA. Fizemos isso para fortalecer a Companhia e, como consequência, a prestação de serviços. E fomos o primeiro a denunciar a péssima prestação do serviço de fornecimento de água em São José de Ribamar e Paço do Lumiar, pela Odebrecht Ambiental”, disse Wellington.

Como encaminhamentos da Plenária há a criação do Fórum permanente em defesa do Saneamento Básico Público, a realização de um Seminário com autoridades e funcionários da CAEMA; a marcação de audiências públicas na Assembleia Legislativa e Câmaras de Vereadores: denúncias das terceirizações irregulares na empresa e um estudo sobre a CAEMA, que seja alternativo ao encomendado pelo BNDES, feito pelos trabalhadores e estudiosos do tema.

by 16:49 0 comentários