Operação conjunta das Policias Civil e Militar resultou no desmonte de quadrilha de assaltantes de bancos na cidade de Santa Luzia.
A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) vai apresentar, nesta sexta-feira (31), às 10h, no auditório Leofredo Ramos, os resultados da operação que desarticulou mais uma quadrilha de assaltantes de bancos que agia em vários estados.

Os presos foram identificados como Raimundo Magno de Moraes Silva, de 30 anos, o “Cabeça”, de Santa Inês; Henrique Kaluzny da Silveira, de 29 anos, de Goiás; e Paulo Henrique de Sousa Silva, de 25 anos, de Goiás. No momento da prisão, o bando estava no povoado Ferro Velho, em Santa Luzia.

Foram apreendidas duas escopetas calibre 12, um fuzil AK 47, uma carabina calibre .30, coletes balísticos, 250 munições, 22 bananas de dinamite e apetrechos utilizados em explosões a caixas eletrônico.

A quadrilha é acusada da tentativa de assalto a agência do Banco do Brasil da cidade de Santa Luzia, no último dia (7), com utilização de explosivos. A investigação dessa ocorrência estava a cargo do Departamento de Combate ao Roubo à Instituições Financeiras (Decrif) da Seic.

Na quarta-feira (29), chegou ao conhecimento da Polícia Civil que “Cabeça”, apontado como chefe da quadrilha, na companhia de mais dois indivíduos, teriam sido interceptados durante uma barreira da Polícia Militar, sendo conduzidos à Delegacia de Santa Inês.

Após levantamentos realizados por investigadores da Polícia Civil foi possível localizar um sítio no Povoado Ferro Velho, em Santa Luzia, que era utilizado como esconderijo da quadrilha. No local, foi encontrado um arsenal de armas e explosivos.

Durante depoimentos, os presos confessaram que tinham planos para assaltar uma agência bancária na cidade de Buriticupu nos próximos dias.

Todos foram autuados em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, organização criminosa e uso de documento falso.

A operação foi realizada pela Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic) e da Delegacia Regional de Santa Inês, com apoio da Polícia Militar.

by 15:53 0 comentários