IMPERATRIZ – Na última segunda-feira (29), a Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) cumpriu três mandados de prisão preventiva, em Imperatriz, contra policiais militares. A operação denominada Diamante Negro foi realizada em parceria com a 10ª Delegacia Regional de Imperatriz.

Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz de Direito Marcos Antônio Oliveira, em desfavor dos policiais militares Brenno Duarte Bezerra, John Mike Barros de Sousa e Jack Helson Nascimento Assunção, sendo dois do Estado do Maranhão e um do Estado do Pará. Os policiais são acusados de terem participação no assassinato de Fábio Conceição da Silva, crime praticado em 2016, na cidade de Imperatriz.

Além das prisões, a polícia cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências dos policias. Eles foram apresentados no Plantão Central da Polícia Civil, para os procedimentos cabíveis.

Relembre o caso: Homem é assassinado a tiros no Parque Sanharol, em Imperatriz.
O primeiro homicídio do mês de setembro aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (1º), no Parque Sanharol e teve como vítima um homem identificado por Fábio Conceição Silva, de 29 anos.
De acordo com a Central de Operações do 14º Batalhão da PM, o homem estava em casa quando chegaram dois homens em uma moto e um dele o chamou pelo nome. Fábio, ao atender a dupla na porta, foi surpreendido com vários tiros e morreu no local.

Os criminosos fugiram em seguida sem deixar pistas. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), para os procedimentos de praxe.

Fonte: Imirante 




by 12:05 0 comentários