Durante as recentes discussões políticas e a não autorização do Congresso Nacional do Brasil para a investigação dos fatos sobre o Presidente Michel Temer, muito se ouviu falar nas necessidades das reformas da previdência, tributária e eleitoral e a intenção aprová-las até o fim do ano.

Mesmo assim, a previsão para o PIB 2017 e 2018 do Boletim Focus do Banco Central do Brasil continua a mesma. Há quatro semanas a previsão para o comportamento do PIB de 2017 está em 0,34% e há cinco semanas em 2,00% para o ano de 2018.

De acordo com o membro do Comitê Macroeconômico do ISAE — Escola de Negócios, Christian Frederico da Cunha Bundt, as próximas datas comemorativas trazem uma boa demonstração do panorama de confiança do consumidor. “O que ainda não está bem claro é como o consumidor e os empresários reagirão a tais fatos e possíveis ações, o que deverá refletir nos índices de confiança, no consumo, no investimento, e por consequência, no PIB”, comenta Bundt.

Intenção de compra

A Confederação Nacional dos Diretores Lojistas (CNDL) e a Boa Vista SCPC divulgaram uma pesquisa realizada em 27 capitais brasileiras apontando que 57% dos consumidores brasileiros irão às compras para o próximo dia dos pais. Esse número é 8% maior que o número apontado em 2016.

Desse percentual, 38% informaram que planejam desembolsar o mesmo valor do ano passado; 26% indicaram que reduzirão o valor gasto e apenas 13% estão dispostos a elevar a quantia. De acordo com o Presidente da CNDL, Honório Pinheiro, oferecer possibilidades de menor custo é interessante, levando em consideração o fato do consumidor estar mais cauteloso na hora de gastar.

by 08:23 0 comentários