Na noite desta quinta-feira (24), dezenas de taxistas que a década atuam explorando o serviço de “Táxi Lotação” no município de Açailândia lotaram o plenário da Câmara de Vereadores durante sessão ordinária, em busca de apoio para tentar impedir o fim do serviço, em Açailândia.

Ensejando o momento, o presidente do Sindicato dos taxistas, Sr. Sorriso, fez uso da tribuna onde falou que o prazo concedido para os profissionais instalar o “Taxímitro” foi muito curto, e defendeu que é preciso haver mais diálogo.

Resultado de uma ação impetrada pelo Ministério Público que exige o cumprimento das leis vigentes no país, começa nesta sexta-feira (25) a fiscalização contra a prática do serviço de “Táxi Lotação”.

As operações de fiscalização serão realizadas pelo Departamento Municipal de Trânsito, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.

A partir desta sexta-feira (25) fica proibido:

1 – Cobrar tarifa que não seja aferida por taxímetro ou por tabela de frete emitida pelo DMT. (Não pode mais cobrar R$ 4,00 por pessoa)

2 – Realizar transporte de passageiros por rotas pré-determinadas com itinerários fixos. (Transportar pessoas do Pequiá até o centro no sistema lotação, por exemplo)

3 – Cobrar tarifa ou passagem individual na modalidade “lotação”.

Punição:

Imediata retenção do veículo

Multa de até 500 VRM´s

Pagamento dos custos da remoção e de estadia dos veículos, que ficará retido até o pagamento de todas as quantias devidas.

Em caso de reincidência, as multas serão dobradas.

Fonte: Blog Antonio Marcos 

by 09:32 0 comentários