Ganhou destaque nas redes sociais um vídeo do deputado federal Hildo Rocha em que ele aparece sendo vaiado e gesticulando para a população poucos dias atrás. Imediatamente a peça foi visualizada e compartilhada por milhares de pessoas furiosas com o que, para elas, foi um desrespeito ao povo.
O vídeo na verdade se trata de mais uma das inúmeras farsas e mentiras das redes sociais montadas com intuito político. Além de ter sido editado, o vídeo sequer foi gravado em 2017. As imagens são de 2010 e foi gravado na cidade de Matões.

O “povo” em questão é formado por militantes da ex-prefeita Suely Pereira, que na época apoiava a candidatura do então deputado federal Flávio Dino.

O jornalista John Cutrim chegou a publicar esclarecimento de Hildo Rocha na época.
Em 20 de setembro de 2010 o jornalista John Cutrim falou sobre o tal vídeo que em 2017 é apresentado como atual.

Na ocasião Hildo Rocha acompanhava a governadora Roseana Sarney e foi recebida de forma agressiva por partidários da ex-prefeita de Matões, Suely Pereira, acusada por improbidade administrativa em 2015 e mãe do deputado federal Rubens Pereira Jr (filiado ao PCdoB do governador Flávio Dino).

Suely chegou a afirmar que a ex-governadora não iria discursar na cidade por proibição dela. Com o evento aconteceu, só restaram as vaias de militância comprada que chegou, inclusive, a jogar pedras na comitiva de Roseana Sarney .

Em se tratando de política do interior, não é difícil perceber porque aliados de uma prefeita aliada do governador Flávio Dino vaiava a governadora Roseana Sarney. Hildo, que participava da comitiva, reagiu em tom de brincadeira afirmando que a administração da cidade era um “zero”. Daí os gestos e as risadas.

Esta é a primeira vez que Hildo Rocha é vítima das chamadas Fake News e a segunda em que ganha destaque nas redes sociais. Na primeira, por uma ocasião verídica, ele ficou nacionalmente conhecido por ter expulsado o ex-deputado federal Eduardo Cunha do grupo do whatsapp do PMDB.

Blog do Linhares 

by 12:46 0 comentários