Polícia Militar do Maranhão (PMMA) divulgou o balanço da quantidade de armas apreendidas na região Tocantina em 2017. De acordo com o levantamento, 462 armas foram recolhidas durante apreensões e abordagens realizadas pela corporação na área.

As armas tem origem desde a compra e venda ilegal, até mesmo o aluguel para a realização de assaltos e outros crimes. O tipo de arma mais apreendida foi o revólver calibre 38 e de acordo com a estatística da polícia pelo menos uma arma foi retirada por dia das ruas.

O relatório também revelou que quase metade das armas apreendidas no CPAI 3 em 2017 foi no município de Imperatriz, a 626 km de São Luís. Ao todo, 227 armas de fogo foram tiradas de circulação na cidade sendo 121 no primeiro semestre do ano e as outras 106 foram apreendidas nos últimos seis meses. Com a diminuição de armas nas ruas, foi registrado uma queda no número de homicídios na região. Em 2017 foram 235 pessoas assassinadas, um número menor do que foi registrado no ano de 2016.

Segundo o Comando de Policiamento Diário do Interior (CPAI 3), responsável pelo policiamento em 22 municípios da área, a grande quantidade de apreensões revela a facilidade dos criminosos em obter armas para a realização de crimes.

“Nós fizemos apreensões na nossa região e elas são de crimes variados, mas a maioria conseguimos fazer apreensões em abordagem de rotina. Muitas delas foram tiradas de circulação através de crimes já cometidos”, explica o tenente-coronel Brito.

Fonte: G1MA

by 12:15 0 comentários