O latrocida Wanderson Baldez foi preso na UPA da Vila Luizão.
Os outros dois latrocidas foram identificados como David Castro Martins e Leandro, que continuam foragidos. Os três envolvidos têm passagens pela polícia por prática de tráfico e roubos. 

A pistola do delegado, usada pelos criminosos, ainda não foi encontrada.
O LATROCIDA WANDERSON BALDEZ FOI PRESO
NA UPA DA VILA LUIZÃO

O delegado da PF David Farias de Aragão, de 36 anos, que foi assassinado na noite de sábado (5), no Araçagi, ainda chegou a travar luta corporal com dois dos três assaltantes que invadiram a residência da família. No momento da ação criminosa, estava sendo comemorado o aniversário da filha do delegado.

Segundo informações do delegado Jefrey Furtado, que responde pelo plantão na Delegacia de Homicídios, os três assaltantes, que residem na região da Vila Luizão, saíram, por volta de 21h, para praticar assaltos. As passarem pela Avenida Atlântica, na Praia do Meio, Araçagi, depararam-se com a movimentação na residência de praia da família do delegado e decidiram realizar a ação criminosa.

Para terem acesso à residência, dois deles foram por uma casa abandonada, ao lado da residência do delegado, e entraram pelos fundos. O terceiro escalou o muro da frente. Ao anunciarem o assalto, determinaram que os homens ficassem deitados, e passaram a fazer um raspa, tomando celulares, bolsas e outros objetos das pessoas que se encontravam no terraço e área externa da casa.

No momento em que eles ameaçaram adentrar a parte interna da residência, houve reação dos presentes por causa das crianças. Eles chegaram, então, a exigir que um dos homens saísse da casa com eles, dirigindo um dos carros. Como demoraram a encontrar a chave, a situação ficou mais tensa, com o delegado passando a travar luta corporal com dois assaltantes.

Eles queriam tomar uma pistola 9mm. A luta foi terminar no campo de futebol da residência. O delegado foi surpreendido com facadas nas costas desferidas pelo terceiro assaltante. Um deles se apoderou da pistola e disparou um tiro no abdômen do delegado, que foi socorrido, mas morreu ao dar entrada no hospital.
O DELEGADO DAVI ARAGÃO CHEGOU A TRAVAR LUTA CORPORAL COM
OS ASSALTANTES

No local, foram encontrados objetos pessoais dos assaltantes e um simulacro de arma de fogo. Como um dos assaltantes foi atingido por um tiro, policiais federais encontram o mesmo na UPA da Vila Luizão. Inicialmente ele disse que teria se envolvido em uma confusão na Choperia Marcelo, mas, depois de saber das imagens do videomonitoramento da residência, terminou confessando participação no crime. 

O latrocida preso foi identificado como Wanderson de Moraes Baldez, de 21 anos, residente na Travessa Santa Luzia, na Vila Luizão. Ele foi levado para a delegacia para prestar depoimento, mas vai retornar ao hospital para ser submetido a cirurgia no braço. Quando estiver de alta, será encaminhando para o Complexo Penitenciário São Luís, em Pedrinhas.

Os outros dois latrocidas foram identificados como David Castro Martins e Leandro, que continuam foragidos. Os três envolvidos têm passagens pela polícia por prática de tráfico e roubos. A pistola do delegado, usada pelos criminosos, ainda não foi encontrada.

A festa de aniversário da filha do delegado foi iniciada ao meio-dia. No fim da tarde e início da noite, muitas pessoas já haviam saído, mas familiares decidiram continuar comemorando durante o restante da noite, pois iriam pernoitar, sendo surpreendidos pela chegada dos assaltantes.

O delegado David Aragão comandava o Departamento Fazendário da Polícia Federal no Maranhão.

Do Blog Gilberto Lima 

by 21:08 0 comentários