A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), concedeu ao Abatedouro Frigorífico de Bovinos Agro Açailândia LTDA – FRIAGO, o registro de estabelecimento no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), que pode, a partir de agora, comercializar produtos de origem animal em todo o Maranhão. Para garantir que o alimento forneça os nutrientes necessários e evite problemas à saúde humana, ele deve estar em boas condições de consumo. Para isso, são necessários cuidados na produção, elaboração, armazenamento e distribuição, pois em qualquer fase pode ocorrer contaminação dos alimentos por microrganismos, toxinas, parasitas, substâncias químicas e outros agentes nocivos à saúde, que podem provocar doenças. 

De acordo com o Coordenador de Inspeção Animal, Hugo Napoleão, com a emissão do registro no Serviço de Inspeção Estadual, os estabelecimentos estão contribuindo com diversos fatores para a população do estado do Maranhão, que vão desde a abertura do mercado até a geração de empregos e renda locais, visto a sua importância no abate e distribuição de produtos de origem animal. “O Frigorífico Friago já possuía o registro no Serviço de Inspeção Municipal de Açailândia, e, a partir de agora, com sua inserção no SIE, ele está habilitado a comercializar o seu produto em todo o Maranhão. 

A contribuiu AGED efetivamente nesse processo, inspecionando e fiscalizando o estabelecimento com uma equipe de médicos veterinários e seus auxiliares.”, afirmou. O Serviço de Inspeção Estadual é responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal (carne, leite, pescado, mel, ovos e seus respectivos derivados) comestíveis e não comestíveis destinados ao mercado no estado do Maranhão. 

Para o empresário Edson Feliciano, proprietário do frigorífico Friago, é importante a participação da AGED na promoção do crescimento do empreendedor no território estadual, visto sua participação na autorização de empreendimentos de qualidade que trabalham com produtos de origem animal. “ Na condição de empreendedor, foi muito difícil começar a construir o Friago, mas insistimos e hoje estamos vendo os frutos. Esse é um momento de muita alegria, pois hoje recebemos esse registro. Até o momento o Frigorífico funcionou somente com 25% de sua capacidade e a partir de agora ele poderá operar no seu máximo, chegando a abater até 200 animais por dia”, concluiu.

by 19:33 0 comentários