O ex-governador Geraldo Alckmin e o deputado federal José Reinaldo Tavares

O deputado federal José Reinaldo Tavares obteve, nesta quarta-feira (18), mais uma importante vitória na queda de braço que trava com o também deputado federal Waldir Maranhão pela indicação de representar o PSDB na disputa pelo Senado.

Durante reunião na sede do partido, em Brasília, o ex-governador recebeu o apoio público de Geraldo Alckmin (veja o vídeo no fim do texto), pré-candidato ao Palácio do Planalto e presidente nacional do tucanato.

“É a uma grande alegria receber aqui o nosso deputado federal José Reinaldo, ex-governador do estado do Maranhão, pré-candidato nosso ao Senado Federal”, afirmou o ex-governador paulista.

A declaração pública de apoio dada por Geraldo Alckmin a Zé Reinaldo ratifica, primeiramente, um acordo selado entre os dois políticos ainda durante o processo que resultou na filiação do ex-governador maranhense ao PSDB.

Naquela oportunidade, o deputado federal ingressou nos quadros da sigla com a garantia da executiva nacional de que seria um dos candidatos tucanos à Câmara Alta no Maranhão.

Em um outro plano de avaliação, o anúncio feito por Alckmin enterra, de vez, as pretensões de Waldir Maranhão, que ainda está colado no senador Roberto Rocha, pré-candidato ao governo, com o objetivo de tentar viabilizar o seu projeto senatorial.

A convenção do PSDB maranhense acontece no dia 04 de agosto.

Nela, Zé Reinaldo, o deputado estadual Alexandre Almeida e o próprio Rocha terão homologadas suas candidaturas ao Senado e ao Palácio dos Leões, respectivamente.

Já Waldir Maranhão terá que se contentar em disputar a renovação do seu mandato.

by 15:23 0 comentários