Respeito pelo ser humano não faz parte do modo comunista de governar. Exemplos não faltam. Mais um caso escabroso tornou-se público por meio de denúncia feita pelo deputado federal Hildo Rocha. Em pronunciamento na tribuna da Câmara, Rocha revelou que os Promotores de Justiça do Maranhão, José Augusto Cutrim Gomes e Esdras Soares Júnior conseguiram confirmar irregularidades apontadas em quinze denúncias que foram apresentadas ao MPE.

O parlamentar destacou que de acordo com o procedimento investigatório, servidores do Estado, que prestam serviços na Residência Terapêutica mantida pelo Governo maranhense, instalada no Bairro da Maioba, estão praticando maus tratos contra os idosos internados na instituição.

“São graves as ocorrências de violação dos direitos humanos praticados contra idosos pelo governo do Maranhão. A mim não é novidade o comportamento desprezível desse governo contra grande parte da população maranhense”, declarou o deputado.

Instalações precárias
Rocha disse que além de violência física e psicológica, as instalações são precárias e faltam profissionais para a realização de serviços essenciais. “Os promotores de justiça do Maranhão encontraram um campo nazista na residência terapêutica. A crueldade se assemelha aos atos praticados pelos agentes do Hitler. Naquela casa de saúde não tem sequer um enfermeiro para cuidar das pessoas que ali estão internadas. As instalações físicas são insalubres e inadequadas. Há apenas um chuveiro para que os idosos possam tomar banho. Isso causa constrangimento muito grande porque as pessoas ficam nuas e expostas, uma na frente da outra. É uma enorme crueldade o que está acontecendo nessa Residência Terapêutica e outras unidades de saúde no governo de Flávio Dino”, lamentou Hildo Rocha.

by 08:45 0 comentários