Policiais do Grupo de Serviço Avançado (GSA) do 6º BPM, com apoio da Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos da PM (DIAE), prenderam, por volta de 15h30 desta quarta-feira (25), um dos envolvidos no assalto ao Centro de Formação de Vigilantes/Clube de Atiradores do Maranhão (CLAM), localizado na Rua Afonso Pena, no Centro, na quarta-feira (18).

José Ivanir Sales Martins Neto, conhecido como “Neto Rom”, de 27 anos, foi preso na Rua C, quadra 20, casa 40, no Sitio Natureza, em Paço do Lumiar.
Com o assaltante, os policiais apreenderam uma pistola calibre 380, marca Taurus; três carregadores de pistola calibre 380, sendo 02 modelo PT. 638 e 01 modelo PT838; 75 munições de calibre 9 milímetros; 264 munições de calibre 380mm: 850 espoletas para cartucho fogo central, sendo 08 caixas completas, uma vazia e uma incompleta.

Na residência de “Neto Rom” foram encontrados materiais que indicam a prática de tráfico de drogas. Foram apreendidos uma balança digital de precisão, marca tomate; 92 trouxinhas de crack; uma porção de maconha; uma porção sólida de substância semelhante a crack, pesando aproximadamente 12 gramas; e dois tubos de papel alumínio.

O preso e todo o material acima foram apresentados no plantão da Delegacia do Maiobão. “Neto Rom” foi autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Sua participação no roubo será investigada pela delegacia de roubos e furtos.
Segundo informações da PM, Jose Ivanir é de alta periculosidade e integra uma facção criminosa na capital, tendo participado de diversos ataques e homicídios contra criminosos rivais, na Cidade Olímpica e no Coroadinho.

Ele é apontado como um dos autores de uma punição aplicada a um faccionado no bairro Sitio Natureza, onde balearam um rapaz na região do joelho. A vítima está internada no Socorrão II, com risco de amputação da perna.

“Neto Rom” já responde por crimes de roubo, homicídio doloso na forma tentada, roubo qualificado pelo emprego de arma, além de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido

DISQUE DENÚNCIA 6° BPM
98539 - 8057
98858 - 6778
Sigilo absoluto

by 00:31 0 comentários