Rosário – Um grande comício marcou a visita da candidata ao governo do Maranhão, Roseana Sarney, ao município de Rosário, na noite de quinta-feira (23). Desde a sua chegada à cidade, lideranças e moradores da Região do Munin a seguiram em uma caminhada, manifestando o desejo de ter Roseana de volta ao governo. No palanque da comitiva, ao lado da prefeita de Rosário, Irlair Moraes, Roseana apresentou seus candidatos ao Senado - Sarney Filho e Edison Lobão; e os deputados candidatos à reeleição João Marcelo, Adriano Sarney, César Pires; e os também candidatos Pastor Lázaro, Cleiane Calvelt e Carlos Filho. Todos discorreram sobre as mazelas por que passa a população, com o fim dos programas sociais, o aumento dos impostos e a perseguição aos trabalhadores maranhenses. No discurso para cerca de seis mil pessoas, Roseana ressaltou o seu amor pelo estado e pela população, e afirmou que, se eleita, irá retomar os programas sociais, como forma de tirar da miséria 312 mil maranhenses que retornaram ao estado de pobreza no atual governo, segundo estudos oficiais. “Queremos que o Maranhão cresça, por isso decidi me candidatar. Não tenho medo. Serei a voz dos maranhenses. Sou amiga do povo e com a experiência que obtive na minha vida como política não deixarei que a perseguição reine no estado, porque quando governei foi para todos os municípios. Estou com muita garra e disposição para tornar o Maranhão digno de respeito. Conto com o seu voto 15, Vamos à vitória”, finalizou. Para Sarney Filho, o momento é de reflexão e “de tomarmos a decisão de fazer com que o Maranhão volte a crescer. Por isso pedimos o seu voto. Chega de autoritarismo, de perseguição, de política do ódio. Vamos voltar a colocar o Maranhão nos trilhos”. Para o candidato a reeleição ao Senado, Edison Lobão, o momento é de o povo ter mais fé, de acreditar que somente a experiência dos políticos pode tornar possível a retomada do desenvolvimento do Maranhão. “Alguém melhor que Roseana para governar o Maranhão nesse momento não existe. Eu e Sarney Filho iremos ajudá-la trazendo recursos para o estado”, acrescentou. A prefeita reeleita de Rosário relatou a perseguição que o município tem sofrido do atual governador. “Um desrespeito ao idoso, aos jovens, aos trabalhadores. Quando fui procurá-lo para falar sobre o problema de água, mandou que eu procurasse a Caema, numa total falta de respeito aos rosarienses. Mas com a nossa guerreira de volta tudo será diferente. Aqui você está em casa Roseana, conte com o voto de Rosário”, afirmou.

by 16:51 0 comentários