23 de julho de 2014

Justiça Federal suspende cursos superiores ILEGAIS oferecidos por faculdade mantida pela presidente do Sintrasema, em Açailândia

Maria da Paz Reina, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Açailândia, ainda responde a outras ações pela acusação de emissão de diplomas falsos em nome das faculdades FAIAMA E FANTREPE, em Açailândia.

         Maria da Paz Reina, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Açailândia

A decisão da Justiça Federal trata-se de Ação Civil Pública ajuizada pelo Município de Açailândia contra a Faculdade Reunida – FAR, Valdinei Leonardo dos Santos, Maria da Paz Viana Soares Reina e Maria do Céu, em razão de oferecimento de curso superior à distância sem a autorização do MEC.

O Município relatou na Ação Civil Pública que a Faculdade Reunida – FAR foi descredenciada pelo Ministério da Educação, perdendo a autorização para funcionar, seja na modalidade de ensino presencial, seja na modalidade de ensino à distância, mas possui polo de funcionamento na cidade Açailândia e oferece cursos de Licenciatura em Pedagogia e Pós-Graduação em diferentes áreas da educação, já tendo, inclusive, formado centenas de alunos no município.

A procuradoria do município de Açailândia tomou conhecimento de outras irregularidades cometidas pela presidente do Sintrasema e propôs outras ações acusando Maria da Paz de emissão de diplomas falsificados pela entidade FAENTEPRE, irregularidade detectada após a convocação dos concursados de 2012, na apresentação de documentação exigida no edital. Os concursados que se sentiram prejudicados pela impossibilidade de tomar posse em cargo público no município, impetraram com mandado de segurança na comarca de Açailândia, mas foi negado pela justiça local e confirmado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, confirmando, portanto, a irregularidade nos diplomas apresentados à comissão de concurso.

Nesse imbróglio ficou prejudicado inúmeros pais e mães de famílias que prestaram concurso público e não puderam assumir, pela falta de legitimidade dos diplomas, ou seja, assim como, aFaculdade Reunida – FAR, a FANTREPE também não tem autorização do MEC para oferecer curso superior em Açailândia.


Com relação a Faculdade Reunida – FAR, o Ministério Público Federal manifestou o seu interesse na causa requerendo a sua admissão como litisconsorte ativo, editando a petição inicial para inclusão de novos pedidos, inclusive a antecipação de tutela, ora concedida pela Justiça Federal que determinou que os réus:

a) Suspenda a execução de todo e qualquer curso que denomine de nível superior ou de pós-graduação no território da jurisdição da Subseção Judiciária da cidade de Imperatriz, sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 por cada aluno matriculado;

b) Paralise a divulgação e todo e qualquer curso publicitário oferecendo cursos superiores ou pós-graduação na modalidade à distância, por meio do convênio, até que os cursos venham a ser autorizados pelo MEC, nas cidades pertencentes a jurisdição da Subseção Judiciária de Imperatriz, sob pena de multa no valor de R$ 5.000,00 para cada anúncio;

c) Anuncie em sua página eletrônica, de forma destacada e clara, pelo prazo de seis meses, e em jornal de grande circulação na região desta Subseção Judiciária, pelo período de 30 dias, que não detém autorização para oferecer curso superior na modalidade à distância em qualquer lugar do país, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (prazo contados da intimação para cumprimento);

d) Comunique formalmente, no prazo de 10 dias aos alunos e ex-alunos que cursaram seus cursos nas cidades da Jurisdição da Subseção Judiciária de Imperatriz, acerca da existência da presente ação e de seu objeto, sob pena de Multa de R$ 500,00 por aluno não informado.

A decisão do Juiz Federal Walisson Gonçalves Cunha, foi datada do dia 15 de julho, no entanto, nesse ínterim, em um jornal de grande circulação da região (JORNAL DO MARANHÃO), uma matéria foi publicada dando conta de mais uma faculdade à distância que está sendo trazida pela mesma presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Açailândia, Maria da Paz Reina.

No texto assinado pela jornalista Mariana de Sousa é citado que a nova Faculdade trazida com apoio de “Nona” chega para conquistar mais alunos e também para atender os alunos da FAIAMA e outros que queiram fazer aproveitamento das disciplinas para receberem seus diplomas.

Vale lembrar que a tal FAIMA também está sendo investigada pela Justiça Federal e esta seria responsável pela validação dos diplomas dos cursos oferecidos pela FANTREPE. Diplomas esses tidos como falsos, conforme denúncia da Procuradoria Geral do Município à Justiça Federal e à Polícia Federal, que causaram prejuízos irreparáveis aos pais e mães de famílias que prestaram o concurso público municipal de 2012 e não puderam assumir os seus cargos.

O que se indaga agora é: quem vai arcar com os prejuízos das vítimas lesadas? Na sua grande maioria, pais e mães de famílias que plantaram nos falsos curso oferecidos pela presidente do sindicato dos servidores públicos de Açailândia, Maria da Paz Reina, um sonho de ter um curso superior; sem falar do prejuízo financeiro, pois investiram mensalmente durante todo o período dos supostos cursos um percentual significativo das suas rendas mensais; além do tempo perdido em quatro anos sentados em uma cadeira das supostas faculdades FAIAMA E FAENTEPRE e agora a confirmação da falsidade de cursos da FAR, através de uma decisão da Justiça Federal.

Por Wilton Lima

22 de julho de 2014

Lobão Filho destaca liderança do Pr. José Alves Cavalcante, no Sul do MA

O candidato ao governo do maranhão, Lobão Filho (PMDB) reconhece e destaca a força do Pr. José Alves Cavalcante, candidato a deputado estadual e líder maior das assembleias de Deus no Sul do Maranhão e outros estados da federação.
As declarações foi durante a 22° Assembléia Geral Ordinária (AGO) da assembléia de Deus (COMADESMA), que aconteceu na cidade de Grajaú – MA, no último final de semana, onde estavam presentes mais de 5 mil lideranças eclesiásticas (pastores, evangelistas, diáconos, presbítero e auxiliares).

Ensejando o momento, Lobão testemunhou o milagre que Deus fez em sua vida quando foi vítima de um grave acidente de trânsito. O mesmo demonstrou ser um home temente a Deus.“Quando me vi naquela situação de extrema dificuldade, correndo risco de morte, fiz o compromisso com Deus de que se ficasse curado seria uma pessoa melhor. Bem, fiquei curado e tenho me esforçado para melhorar a cada dia”, disse Lobão Filho, emocionado.

Em sua fala, o Pr, Cavalcante agradeceu os elogios, a presença de todos, e deu números que mostram o significativo avanço do evangelho nos países, estados e cidades onde atua, através da convenção a qual preside.

“Os elogios proferidos pelo Senador Lobão Filho só aumenta nossa responsabilidade. Vamos continuar trabalhando para avançar mais a cada dia, porque a ceara é grande e os ceifeiros são poucos”, declarou o Pr. Cavalcante.
 Por Antonio Marcos

SAÚDE DE AÇAILÂNDIA: Gleide Santos já entregou 03 novos postos de saúde à população, 09 receberam reforma, outros 09 já iniciaram a construção ou estão em fase de conclusão e 01 UPA em execução já atingiu 50,99% da obra



Açailandia - A população de Açailândia já consegue mensurar os grandes avanços na área da saúde, principalmente, se comparada ao que era visto antes em termo de estrutura física dos prédios usados pelo município, que eram normalmente alugados, bem como, no atendimento médico muito mais humanizado, além de outros procedimentos hospitalares.
O governo municipal tem investido alto na construção de Unidades Básicas de Saúde, a última comunidade beneficiada foi a população do povoado córrego novo, distante cerca de 60 quilômetros da sede do município. Esses projetos são executados em parceria com governo federal e recebe toda a estrutura de funcionamento do município de Açailândia, como a aquisição de equipamentos, equipe médica e outros profissionais da saúde para atender a grande demanda de pessoas que necessitam do atendimento médico, bem como outros serviços como marcação de exames, consulta e vacinação.
Em menos de dois anos o governo de Açailândia já entregou a população 13 postos de saúde, dentre estes, alguns que já existiam de forma precária, mas que foram reformados e três foram entregues novinhos e por completo para a população.
A Unidade Básica de Saúde do povoado de Córrego Novo, último a ser inaugurado, é um prédio novo construído dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde e conta com banheiros, uma ampla recepção, sala para farmácia, sala para vacinação, sala para realização dos procedimentos médicos, além de um consultório médico e uma equipe altamente capacitada e preparada para atender aquela comunidade.

No mesmo modelo já iniciaram as obras ou estão em fase de conclusão as UBS’s dos bairros Nova Açailândia, Jardim Glória, Pequiá, Residencial Tropical, Academia de Saúde do Jacú, Academia de Saúde Patizal, UBS Cikel, UBS Residencial Ouro Verde, UBS Novo Bacabal.

A UPA - Unidade de Pronto Atendimento 24 H – Porte II, localizada, na Vila Progresso II, tiveram suas obras reiniciadas, após paralisadas por ordem da Vigilância Sanitária do Estado, e já se encontra com 50,99% da obra concluída.

Por Wilton Lima

Preso em Bacabal o maior hacker do Maranhão

John Cleiton é considerado o maior hacker do estado
John Cleiton é considerado o maior hacker do estado
Bacabal - O Serviço de Inteligência do 15º BPM prendeu em Bacabal, John Cleiton Maia Sousa, de 22 anos, apontado como o principal e mais perigoso hacker do Maranhão, e um dos cinco de todo o país.

Ele é acusado de possuir inúmeros bens, móveis e imóveis, entre apartamentos, pousadas e fazendas, além de animais e veículos, tudo em nome de laranjas.

Com ele a polícia encontrou R$ 4.198,00 (quatro mil cento e noventa e oito reais); 1 celular; 05 carteiras de identidade; comprovantes de compra e extratos bancários; 02 HD’s; 01 pendrive; 03 carteiras de trabalho; documentos de veículos; vários cartões bancários; cheques e 01 notebook onde armazenava todos os programas utilizados na prática criminosa.
John roubava cerca de 50 mil contas. Tirava 0,33 centavos de cada uma e o correntista nem desconfiava. Ele e a mãe são responsáveis por uma empresa de créditos de nome Reizinha Créditos, que oferece empréstimos a aposentados e pensionistas, localizada no centro de Bacabal.

Com John foram presos Maria Edite Machado Aguiar, 40 anos, Cleide Soares dos Santos, 40 anos, e o motorista Sebastião Bezerra dos Santos, quando retornavam de Timon, onde tinham feito saques em agências bancárias utilizando de carteiras de identidade falsas e cartões clonados.

John Cleiton ainda tentou subornar os policiais que estiveram em sua residência no momento da prisão. Ele ofereceu R$ 300 mil aos PM’s para que seu computador não fosse apresentado à justiça.
O hacker chegou a demonstrar aos policiais como realizava as transações. Em poucos minutos invadiu o sistema Dataprev (de previdência social), Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e todos os bancos privados, criando contas instantâneas, vendo toda movimentação financeira de milhões de clientes e fazendo transferências de dinheiro.

Ele ainda confessou que estes sistemas são amplamente falhos e permitem fraudes. John e seus comparsas permanecem presos em Bacabal.




Em Açailandia o Candidato a Deputado Federal Jeová Alves contesta impugnação

Jeová Alves
Candidato a Deputado Federal Jeová Alves, ladeado da esposa
O ex-prefeito de Açailândia e candidato a deputado federal pelo Partido Social Liberal (PSL), Jeová Alves de Sousa que teve seu nome incluído na lista dos candidatos impugnados, apresentou defesa na tarde desta terça-feira (22), em São Luis.
O candidato que tinha o prazo de sete dias para recorrer, assim que recebeu a notificação foi logo tratando de apresentar as contra razões, já que segundo ele, as denuncias oferecidas em seu desfavor pela Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão (PRE/MA), não tem consistência.
“As ações impetradas pela Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão (PRE/MA) fazem parte do processo, como é sabido, todas as eleições acontece isso com a grande maioria dos candidatos, agora cabe a cada um esclarecer os fatos, é o que eu estou fazendo”, disse Jeová Alves.

Em conversa com o titular desta página (Antonio Marcos), no inicio da noite desta terça-feira, Jeová Alves disse ainda estar tranqüilo quando a situação em questão, e que nos próximos dias estará com sua equipe na rua em busca de votos e que conta com o apoio da população do maranhão, em especial de sua região,onde tem serviço prestado.

Importante…

Como defensor do regime democrático, o Ministério Público tem legitimidade para intervir no processo eleitoral, atuando em todas as fases: inscrição dos eleitores, convenções partidárias, registro de candidaturas, campanhas, propaganda eleitoral, votação e diplomação dos eleitos.

A intervenção do MP também ocorre em todas as instâncias do Judiciário, em qualquer época (havendo ou não eleição), e o órgão pode atuar como parte (propondo ações) ou fiscal da lei (oferecendo parecer), mas não tem o poder de julgar.

Por Antonio Marcos 

É finalizado com sucesso o curso de capacitação das merendeiras em Buriticupu


Buriticupu - Uma semana, foi o período que durou o curso de capacitação dos merendeiras(o). É o prefeito José Gomes Rodrigues priorizando a criança em tudo; a alimentação é fator fundamental para o desenvolvimento de uma criança em todos os sentidos. Criança bem alimentada, é criança feliz. A turma se desdobrou nas tarefas de preparo de vários pratos de saborosos alimentos, com grande variedade de ingredientes, e apetitosos de dar água na boca. 
E tudo isso acompanhados pela instrutora Ana Áurea do SEBRAE ao lado da nutricionista do município Saruk, e com a supervisão da monitora da Sec. De Educação Gilvanda, com o objetivo de fazer com que todos aproveitem ao máximo os ensinamentos. E tudo isso para que os alunos tenham a garantia de uma ótima alimentação nutritiva. 

Da Assessoria 
                               Prefeito José  Gomoes e sua esposa Betel Santana






Projeto do deputado Léo Cunha contempla tratamento público e gratuito a dependentes químicos, em Imperatriz

Projeto do deputado Léo Cunha prever implantação de Centro de Tratamento a dependentes químicos.

O deputado Léo Cunha (PSC) elaborou um projeto para que seja implantado um Centro de Reabilitação de Dependentes Químicos em Imperatriz. O projeto foi elaborado no ano passado, e agora o parlamentar está novamente fazendo a cobrança, com objetivo de garantir aos dependentes, tanto do município, como de toda a região, uma oportunidade gratuita de recuperação por meio de tratamento público especializado.
"Esse centro irá garantir tratamento não apenas para dependentes químicos de Imperatriz, mas também de vários outros municípios localizados próximos, que também sofrem com esse mesmo problema, mas que muitas vezes não têm condições financeiras de pagar por um tratamento, perdendo a chance de reabilitação", ressalta.

É importante ressaltar, que mesmo diante do aumento da quantidade de dependentes químicos em toda a região Tocantina, o Estado ainda não oferece nenhum tipo tratamento. O que, segundo o deputado Léo Cunha, é uma situação muito preocupante. "Temos que fazer alguma coisa e rápido, para que essas pessoas possam ter o apoio que precisam para se reerguerem, e voltar ao convívio sadio da sua família e da sociedade", alerta.

Seguindo o exemplo de outras cidades brasileiras que estão em pleno crescimento, o consumo de drogas em Imperatriz é cada vez maior, entre as quais a mais grave, que é o crack. E essa é uma questão que precisa de iniciativas que possam dar uma expectativa aos dependentes e aos seus familiares que sofrem em ter que conviver com a situação diariamente.

Infelizmente, crianças estão incluídas entre viciados, e isso preocupa ainda mais o deputado. "Essas crianças precisam ser assistidas agora, para que possam ter um futuro digno", afirma.

Léo Cunha também enfatiza que o envolvimento com as drogas está entre as principais causas da violência, pois para alimentar o vício, o dependente na grande maioria das vezes é levado a cometer vários tipos de crimes. De acordo com os dados da Secretaria Extraordinária de Assuntos Estratégicos (Seae), as estatísticas demonstram que 92% da incidência de violência se relacionam ao consumo e ao tráfico de drogas.

"Essa é uma medida importante com reflexos diretos na diminuição da violência, pois com ela estaremos combatendo a fonte do problema, a causa de muitos crimes", enfatiza.

21 de julho de 2014

Bandidos explodem cofre central da agência do BB em Itinga do Maranhão

Itinga do Maranhão - Quem procurou a agência do banco do Brasil no município de Itinga, hoje (21) há pouco mais de 60 quilômetros de Açailândia teve uma surpresa. O banco estava fechado porque foi mais uma vez alvo de assalto. De acordo com informações da polícia, 8 homens armados participaram do assalto. Minutos antes, os bandidos roubaram um carro Gol vermelho de um morador do município. 
O veículo foi usado para levar os criminosos até a agência. Ainda segundo a polícia, os bandidos entraram no Banco pelo telhado. Há 10 dias, cerca de R$ 14 mil reais foram levados da agencia depois que bandidos explodiram um caixa eletrônico. Desta vez o alvo foi o cofre central do banco. A policia não descarta a participação do mesmo grupo nos dois assaltos. 
Eu acredita que o assalto foi planejado em detalhes. O delegado Lima Furtado disse que antes do assalto os bandidos ligaram para a polícia infamando de um falso assalto no povoado Cajuapa. Assim a polícia foi desviada para outro sentido, fora da cidade, facilitando a ação dos bandidos que durou poucos minutos e foi presenciada por vizinhos da agencia. Depois do assalto, o grupo fugiu em dois carros. O que foi roubado na cidade, foi abandonado. Na fuga eles jogaram na BR pontas de lança de ferro que furaram os pneus da viatura da polícia do Pará acionada pela polícia do Itinga. Não foi revelada a quantia levada pelos assaltantes. No banco foram recolhidas mais de 600 notas parcialmente destruídas pela explosão.








Alheios aos prejuízos à população vereadores de Açailândia se negam de votar a LDO e podem comprometer o orçamento do município para 2015.

Por Wilton Lima

Açailândia - Inicio este artigo com uma grande preocupação e chamando atenção do leitor para um fato no mínimo inusitado, para não dizer estapafúrdio, haja vista que, nesse momento um grupo formado por 11 vereadores de Açailândia, pela supressão jurídica de a possibilidade da cassação do mandato da prefeita Gleide Santos, através de uma Comissão Processante corrompida de vícios, se negaram a votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício 2015. É importante salientar que o cronograma da atividade da elaboração e votação da LDO, bem como a LOA e o PPA, não se presta ao interesse do Executivo, e nem tampouco do Legislativo, ou muito menos aos interesses político-partidários, mas sim à sociedade, verdadeira titular do poder estatal.

A data limite legal para aprovação da LDO de Açailândia, já que a não aprovação trata-se de uma anomalia que precisaria ser corrigida, conforme especialistas da área foi o último dia 17 de julho, no entanto, por puro capricho (Ou talvez excesso de trabalho. Nesse momento caio em risos!) a maioria dos vereadores resolveu simplesmente não votar a Lei que garante o orçamento das receitas e despesas do município para o ano que vem, o que significa dizer que desta forma não haverá nenhuma previsão de aplicação de recursos em favor da sociedade no ano de 2015.

A não aprovação da LDO, portanto, conforme os mais altos juristas consistem em anomalia jurídica, configurando grave omissão do Poder Legislativo e inaceitável renúncia de seu poder/dever de representar a sociedade na formulação de políticas públicas, bem como de exercer o controle externo do Executivo. A elaboração da LDO é a efetiva oportunidade de o Poder Legislativo participar ativamente, em conjunto com o Executivo, da construção do plano de trabalho a ser concretizado por meio da LOA.

Adentrando à Constituição Federal, o jurista José Afonso da Silva afirma que: essa possibilidade (Elaborar e aprovar leis) restitui ao Poder Legislativo uma de suas prerrogativas mais importantes — qual seja, a de apreciar, discutir, votar, aprovar ou rejeitar qualquer tipo de projeto de lei.

José Afonso da Silva acrescenta ainda: Não se nega — antes, se reconhece e se afirma — que é sumamente inconveniente a rejeição da proposta orçamentária. É preciso lamentar o que acontece com frequência no âmbito municipal, em que vereadores, por puro capricho ou espírito de vindita (retaliação, vingança, represália), rejeitam propostas de orçamento do prefeito. A rejeição assim não é exercício de prerrogativa: é irresponsabilidade de quem não tem espírito público, e jamais será estadista. A rejeição só deve ser praticada em situação extrema de proposta distorcida, incongruente e impossível de ser consertada por via de emendas, dadas as limitações para estas.

Recesso da Câmara

O recesso parlamentar, Direito Constitucional dos parlamentares, sejam eles no âmbito Federal, Estadual ou Municipal (vereadores), terá que ser vetado, ou através de chamamento extraordinário terá que ser realizadas novas sessões para aprovação da LDO, o que acarreta ainda mais despesas para os cofres públicos. Sessões extraordinárias estas que não se justifica dado ao pouco (ou quase nada) trabalhos dos vereadores que se reúnem apenas 08 vezes em um período de 30 dias, muito diferente do povo trabalhador que tem que trabalhar sol a sol, inclusive para pagar os seus vultosos salários.

Mas a câmara de Açailândia, nessa legislatura, curiosamente, mas nem tanto assim, e sim por um incentivo enorme da possibilidade de cassação da prefeita Gleide Santos através de uma Comissão Processante, 11 dos 17 vereadores até abrem mão dos seus direitos constitucionais (o recesso) - O vereador Marquinhos PCdoB chegou a entrar na justiça para prorrogar os trabalhos da câmara, haja vista que, normalmente o recesso tinha início em todo 1º de julho. Ao que parece o tempo não foi suficiente, e agora por capricho, estratégia de uma nova liminar, retaliação, conta e risco, o grupo dos 11 vereadores resolveram fazer parte de uma anomalia jurídica da história da gestão pública do país e não votaram a LDO.

Confesso que nos meus mais de 20 anos militando no jornalismo, jamais vi qualquer ação jurídica, de qualquer político da face da terra, lutando pelo seu direito de trabalhar – Esses 11 vereadores de Açailândia, poderão se tornar os verdadeiros “PALADINOS DA MORALIDADE”.

No país, até o Escândalo do Mensalão, os parlamentares federais tinham direito a 90 dias de férias e a salário em dobro, caso houvesse uma convocação extraordinária; foi então aprovada, por pressão da opinião pública, uma emenda constitucional, que reduziu os períodos de recesso para no máximo de 55 dias ao ano, divididos em dois períodos - como no calendário escolar. Em âmbito federal, a Constituição prevê dois períodos de suspensão dos trabalhos legislativos: de 23 de dezembro a 1º de fevereiro e de 17 a 31 de julho. Esta limitação constitucional obriga o teto máximo de 55 dias aos parlamentos federais (Câmara dos Deputados e Senado), Assembleias estaduais e as câmaras de vereadores.

Secretário de Infraestrutura visita áreas em obras e locais que receberão benefícios em Açailândia!

Açailândia - A série de visitas do secretário de infraestrutura Geneton Pires, começou na Avenida Min. José Reinaldo Tavares, que liga a Rua principal ao Quartel da PM na Vila Ildemar, o secretário foi constatar a gravidade do lamaçal naquele trecho para que seja feito um levantamento e o inicio da recuperação do local de forma definitiva.

Em seguida, Geneton foi até o entorno do Forum de justiça, onde vistoriou a abertura de duas ruas no trecho e a limpeza de um terreno onde serão realizadas duas obras do governo federal.
Acompanhado do vereador Sarney Moreira e de dois membros de sua equipe de trabalho, Geneton acompanhou de perto a finalização do trabalho de abertura das ruas que para os funcionários tanto do Forum, quanto da promotoria e do cartório eleitoral, foi um ótimo trabalho, segundo eles, antes haviam apenas uma rua de entrada e um retorno de saída do local, e agora há mais duas alternativas, desafogando o transito e dando mais agilidade nas ocorrências externas.
Do Forum, Geneton seguiu até o Novo Horizonte, onde várias ruas foram abertas e outras foram amplamente recuperadas, locais onde antes havia apenas mato, voltou a ser via de passagem, o trabalho no bairro agradou os moradores que em conversa com o secretário e sua equipe demonstraram satisfação com as obras nas ruas.
Após as visitas Geneton enfatizou que em breve terá inicio uma mega operação de asfaltamento em dezenas de ruas de Açailândia, e que os trabalhos que recuperação de ruas, limpeza pública e recuperação dos bueiros no centro da cidade, estão a todo vapor.

Permanência da Força Nacional no Maranhão é prorrogada até setembro

            Força Nacional dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas

Militares da Força Nacional de Segurança Pública vão permanecer no Maranhão até o dia 30 de setembro de 2014.

A permanência deles foi mais uma vez prorrogada de acordo com publicação de uma portaria do Ministério da Justiça no Diário Oficial da União.

Porém, havendo uma nova solicitação por parte do Governadora Roseana Sarney, o prazo pode ser novamente estendido de acordo com a necessidade.

A Força Nacional atua no Complexo Penitenciário de Pedrinhas e participa das revistas diárias nas celas dos presos, faz rondas noturnas e atende às ocorrências de altas complexidades nas unidades prisionais do estado. A equipe também é responsável pelo treinamento do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (GEOP).

Os militares estão na capital desde outubro de 2013, quando foi decretado ‘Estado de Emergência’ na segurança pública, após uma das rebeliões mais sangrenta em Pedrinhas, quando dez presos foram mortos e mais de 20 ficaram feridos em brigas entre facções criminosas.

Desde 2009, quase 200 encarcerados já foram executados, mais de 30, decapitados. No Complexo Penitenciário de Pedrinhas, considerado o mais perigoso do país, somente no ano passado, 60 presos foram encontrados mortos dentro de celas. Neste mês de julho, já foram 11 mortes registradas.

A cidade de Itinga do Maranhão se transforma em canteiro de obras.

Itinga do Maranhão - A prefeita Vete está transformando a cidade em verdadeiro canteiro de obras. Desde o final de maio que a cidade vem recebendo pavimentação em várias partes da cidade, graças ao convênio realizado entre Prefeitura de Itinga e Governo do Estado. Ao todo, doze ruas serão bloqueteadas, sendo elas: Albertina Braga, Minas Gerais, Manaus, Guaramandi, Cajuapara, Ipanema, Mantena, Pará, Amazonas, Roraima, Amapá e Rio Branco. 
O benefício teve início pela Rua Albertina Braga, que já está completamente pavimentada, bem como as ruas Minas Gerais e Rio Branco, mas as obras não param e em breve mais nove ruas estarão completamente bloqueteadas. 

Recursos próprios

Paralelo ao trabalho que está sendo realizado através de convênio com o governo estadual, a prefeita Vete vem realizando várias outras obras de pavimentação com recursos próprios, a exemplo das ruas Dr. Petrônio Gonçalves e Aulídia Gonçalves, que tiveram mais de 1000m² de recuperação. Vale lembrar, que não se trata de operação tapa-buracos. As ruas tiveram seus calçamentos antigo retirados e substituídos por novos bloquetes. Na sequência outras ruas serão também recuperadas com recursos próprios.

Água potável e estradas para a zona rural

Outra grande conquista do primeiro semestre do ano foi a liberação dos recursos para a perfuração de seis poços artesianos na zona rural, especificamente nos assentamentos Horizonte Azul, Km-68, Açailzal, Alto Alegre do Ipuí, 50º BIS e Topa-Tudo. Com mais esses poços em atividade chega a 98% o abastecimento de água potável na zona rural. O benefício veio através de convênio realizado no final do ano passado entre a Prefeitura de Itinga e o Incra – Instituto nacional de Colonização e Reforma Agrária. 

A prefeita Vete entende que a manutenção das estradas vicinais é muito importante para as comunidades ruralistas, no sentido de facilitar o escoamento da produção, bem como o acesso à sede do município. Portanto, foi totalmente recuperada a estrada que liga o distrito de Cajuapara ao povoado Tiradentes (Rio Açailândia), obra também realizada com recursos próprios.

Educação e saúde

A zona rural tem sido largamente beneficiada pela atual administração também nos setores de educação e saúde com a construção e reforma de escolas e a construção de postos de saúde, como é o caso dos assentamentos Bandeirantes e Santa Isabel, onde estão sendo construídos postos de saúde e o assentamento Açaizal, onde está sendo construída uma escola. “O crescimento tem que ser de forma igualitária e o desenvolvimento da zona rural é muito importante para o crescimento do município” – diz a prefeita Vete Botelho.

Da Assessoria 






Acidente de trânsito mata vice-presidente do sindicato dos metalúrgicos de Açailandia

Eudes OK
Açailândia - Um acidente ocorrido por volta das 23h deste sábado (19) na BR-222, próximo a Vila São Francisco, perímetro urbano de Açailândia, matou o Sr. Eudes Reis, atual vice-presidente do sindicato dos metalúrgicos – STIMA.
Eudes Conduzia uma Moto CG-125, quando colidiu frontalmente com um Fiat Uno. A vítima foi socorrida pelo serviço de atendimento móvel de urgente – SAMU e levado para o hospital municipal (SESP), de onde foi transferido para a cidade de Imperatriz.
Segundo informações, o mesmo teve as duas pernas quebradas com fraturas expostas e um grande corte na cabeça, causando traumatismo craniano grave – TCG.

Eudes Reis se encontrava internado em uma unidade de terapia intensiva – UTI do hospital Socorrão, em Imperatriz onde não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na tarde deste domingo (20).

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal – IML para exame de praxe e em seguida levado para a cidade de Grajaú – MA, onde será enterrado as 17h desta segunda-feira (21).

“Eudes não era apenas meu vice-presidente, mas sim um grande amigo”, lamentou o presidente do STIMA, Jarlis Adelino.

Carro e moto
Por Antonio Marcos